E aí pessoal? Tudo certo? Hoje tem assunto quente em pauta! Vem ver o que nós fizemos e você pode fazer para ir adiantando os documentos enquanto você espera seu ITA pro Express Entry.

Quando você está no pool do Express Entry, você tem pelo menos algumas semanas para ir adiantando tudo que vai ser necessário enviar para a CIC. Deixar tudo pronto o quanto antes é o que vai te possibilitar enviar seus documentos em menos de 60 90 dias. Então mãos à obra certo?

Preenchimento do Formulário atualizado online

Após receber seu ITA, algumas coisas mudam no sistema online do MyCIC. A primeira delas é que surge um botão azul de “continue application”, é clicando nele que você vai dar andamento à sua aplicação. Junto com esse botão vem logo abaixo um botão amarelo de “decline application”. Ou seja, apesar dos botões serem bem grandinhos, muito cuidado nessa hora para não clicar o botão errado.

Clicando em “continue application” você verá que o formulário que você preencheu antes foi atualizado e tem muito mais coisa para ser preenchida. Antes de ver o formulário você responderá algumas questões. Uma delas é mega importante! Atenção ein!

Eles perguntam se você quer pagar as taxas todas agora quando enviar os documentos ou somente a taxa obrigatória de 550 CAD por pessoa para a análise do processo. Além da taxa de análise do processo existe a taxa de emissão de visto que é 490 CAD por pessoa.

Você pode pagar a taxa de emissão somente depois que sair o OK final e eles pedirem para você enviar os passaportes. Mas você tem que selecionar o que deseja fazer agora no início do processo. Nós preferimos a opção de pagar todas as taxas agora quando enviarmos os documentos para análise.


Eles afirmam que devolvem as taxas de 490 CAD por pessoa se o seu processo for recusado. Então achamos melhor já confiar que não vai ser e dar esse voto aí de “queremos ir mesmo – já pagamos tudo – por que sabemos que vamos”.

Agora voltando ao formulário. As áreas nesse form são bem auto explicativas. E o preenchimento é fácil. Vão aí algumas das minhas observações sobre o formulário que acho válidas prestar atenção.

Travel History e Personal History

Na seção de “Travel History” você precisará descrever todas as suas últimas viagens (com documentação no passaporte) nos últimos dez anos. Eu já deixei num arquivo de word as viagens e as datas de entrada e saída dos países pronto. Aí foi só copiar as informações e ficou mais rápido que olhar no passaporte.

Atenção na parte de “Personal History”. O formulário puxa as suas informações de educação (períodos de estudo) e as informações de trabalho que você forneceu. Porém, segundo alguns grupos que eu participo, é aconselhável que essa parte esteja descrita da atividade mais recente para a mais antiga nos últimos 10 anos. Além disso não deverá ter nenhuma brecha de tempo nessa lista.

Para fazer isso, o melhor é inserir primeiro a atividade mais recente. No meu caso meu emprego atual, e depois a anterior e assim sucessivamente. Eu havia feito tudo fora de ordem e reutilizado o que o formulário já trás pronto.

Aí tive que refazer tudo quando o pessoal desse grupo (alguns moram no Canadá) ligaram para a CIC e perguntaram sobre essa ordem aí. O pessoal da CIC informou por telefone que é melhor já deixar tudo organizadinho.

Como queremos que o oficial de imigração que veja nosso processo fique feliz, melhor fazer né? Para mim demorou bem pouco e pode facilitar a vida dele bastante então… não custa nada!

E se eu clicar para continuar, trava o formulário para atualizações?

A outra dúvida que quase mata a gente do coração é se você clicar no “continue” que tem embaixo do formulário, se você vai conseguir atualizar ele depois se necessário. Fique tranquilo, você pode atualizar esse formulário até a hora que você envia mesmo os documentos e paga as taxas.

Ou seja, ele fica disponível o tempo inteiro para alterações até você estar pronto para enviar os documentos e pagar a facada as taxas.

Fora essas partes não tenho grandes observações a fazer sobre o formulário. Ele é bem claro e tem sempre um detalhamento de cada área para esclarecer como fazer. Muitas coisas já estão preenchidas do formulário antigo, então fica bem simples. Só tenha MUITA paciência por que é LENTO COM FORÇA.

Checklist Personalizada

Clicando no “continue” embaixo do formulário você será direcionado para a sua checklist personalizada. Essa checklist te fala exatamente quais documentos você tem que fazer upload. No nosso caso a checklist era mais ou menos assim:

PRINCIPAL APPLICANT CHECKLIST

  • Passports/Travel Documents (Multiple) (required)
  • Marriage License/Certificate (required)
  • Proof of medical exam (required)
  • Education (diplomas/degrees) (required)
  • Employment Records (required)
  • Police Certificates (Multiple) (required)
  • Proof of Means of Financial Support (required)
  • Digital photo (required)
  • Letter of Explanation

SPOUSE CHECKLIST

  • Passports/Travel Documents (Multiple) (required)
  • Proof of medical exam (required)
  • Education (diplomas/degrees) (required)
  • Legal Name Change Doc. (required)
  • Employment Records (required)
  • Employment Records (required)
  • Employment Records (required)
  • Police Certificates (Multiple) (required)
  • Digital photo (required)

Agora que vocês já sabem mais ou menos tudo que normalmente consta numa checklist de documentos para realizar o upload, vamos tratar do que dá para você ir adiantando enquanto espera o ITA.

Adiantando os documentos

docsComo o sistema do Express Entry é todo ONLINE, você vai ter que transformar todos os documentos em PDF. E o sistema só permite arquivos de até 4MB. Fique atento a isso e já faça os PDFs no tamanho certo.

Vamos fazer uma pequena e rápida listinha para sermos práticos do que dá para ir adiantando. Todos os documentos abaixo devem ser escaneados em formato PDF.

  • Passaportes (ambos aplicantes)
  • Certidão de Casamento e a tradução juramentada da mesma
  • Diplomas e Históricos escolares e a tradução juramentada dos mesmos (ambos aplicantes)
  • IELTS (ambos aplicantes – se ambos fizeram a prova para contar mais pontos como nós)
  • ECA (ambos aplicantes – se ambos fizeram o ECA para contar mais pontos)
  • Cartas de Empregadores (somente os antigos – se você for pedir para o empregador atual – deixe para depois do ITA)
  • Tradução juramentada de Cartas de Empregadores (se seu empregador não falar inglês, melhor pedir para ele fazer a carta em português e mandar traduzir)
  • Foto Digital (ambos aplicantes – esse item é o único que deve estar em JPEG)
  • Letter of Explanation (principalmente para proof of funds e para legal name change)
  • Escrever a Carta do Gerente de Banco (se você já chega com a carta pronta as chances dele negar fazer a carta no formato pedido pelo CIC são bem menores #ficaadica)
  • Certidão de Nascimento/Casamento e a tradução juramentada – para casos de mudança de nome

UPDATE! Muita gente vem perguntar se precisa da Certidão de Nascimento e a de casamento. Coloquei uma barra entre nascimento e casamento pois seria uma ou a outra. Depende de cada caso né? Para quem teve a mudança de nome na certidão de casamento, somente esse documento justifica.

No caso do Han, ele precisou da certidão de nascimento pois a mudança de nome dele foi feita no sobrenome familiar devido a origem da família. Muiiiito antes da gente casar. Por isso você deve decidir qual documento se encaixa no seu caso.

Mas de qualquer forma, dá para perceber que tem bastante coisa que pode ser adiantada né?

O que não dá para adiantar MESMO

  • Medical exams
  • Proof of funds (extratos bancários, pedir a assinatura da carta pro seu gerente do banco)
  • Police Certificates

Esses itens aí de cima não dá para fazer antes. O medical exam até daria para fazer antes, mas é um gasto pesadinho a mais (como vocês podem ver aqui). E como ele tem uma relação grande com a sua data de landing (ou seja de realizar a chegada e entrada oficial no Canadá), você não deve fazer ele muito antes.

Funciona assim: Após você receber o PPR (o visto de residência permanente) você tem até um ano para entrar no Canadá. Só que os seus exames médicos só são considerados válidos até um ano após a realização deles. Então o seu landing tem que ocorrer até um ano da realização dos exames médicos.

Se você fizer o exame muito antes e não for chamado, primeiro você perdeu a grana e vai ter que refazer. Se você fizer muito antes e for chamado, você talvez fique com o tempo de ida restrito. Além do fato que o sistema é online e o médico não consegue inserir seus dados se você ainda não recebeu o seu ITA.

O Proof of funds é time sensitive. Você tem que mandar dados financeiros da sua conta nos seis meses anteriores ao ITA. Então só recebendo mesmo para poder coletar esses dados com as informações certas.

Os Police Certificates no Brasil também são time sensitive. Os certificados emitidos pela polícia federal e pela polícia civil tem validade de 60 dias somente. Então não tem por que tirar isso antes de receber o ITA.

Caso você tenha morado nos Estados Unidos ou em outro país por mais de 6 meses você irá precisar do police certificate desses locais e às vezes demora mais de 3 meses. Se for seu caso aí sim, dá para ir adiantando isso antes do ITA. Inclusive o CIC mesmo recomenda que você faça isso antes.

Fora essa pequena exceção, tudo precisa ser próximo ao ITA. Então… deixa essas coisas quietas e aguarda o ITA.

Organização dos documentos – Dicas de OURO

Durante o meu processo de espera por ITA, eu fui escaneando tudo e separando em pastas lindas no nosso Dropbox. Isso ajudou MUITO após o ITA. Se fosse para ter feito tudo depois do ITA, talvez os 60 dias que eu tinha seria pouco (você futuros aplicantes terão 90 dias para enviar tudo – depois vou fazer um post explicando as mudanças que entraram em efeito depois de 19 de novembro/16).

Dica 1 – organização dos PDFs

Para organizar melhor os documentos, recebemos uma dica valiosa do pessoal do blog projeto maple leaf: Fazer uma folha de rosto e um índice para áreas que teriam documentos com muitas páginas.

Por exemplo, para a área de educação você deverá fazer um único pdf contendo todos seus diplomas e históricos escolares, as traduções juramentadas deles, o resultado do IELTS escaneado e o resultado do ECA. Isso é muito importante. Tem gente que acha que não precisa fazer upload de tudo novamente pois já fez o ECA. ISSO ESTÁ ERRADO.

Muita gente já teve o processo RECUSADO por não fazer upload de todos os documentos educacionais. Eles precisam disso para comparar com o que foi enviado para a realização do ECA e garantir que não houve nenhuma fraude da sua parte.

Esse arquivo educacional fica enorme. Portanto é bom ter uma folha de rosto com o nome daquele documento e um índice indicando em qual página se encontra o que. Isso facilita o trabalho do agente de imigração e assim ele fica mais feliz com você.

Nós fizemos isso para os passaportes, documentos educacionais, certidão de casamento, certidão de nascimento para o legal name change, proof of funds e police certificates. Os outros documentos que possuíam somente uma folha, nós nos poupamos esse trabalho. Afinal a capa e o índice se provariam somente um empecilho para o agente de imigração, na nossa opinião.

Dica 2 – como juntar os arquivos de pdf

Para juntar todos esses PDFs você pode usar sites como: smallpdf e ilovepdf. Ou fazer como a gente e baixar o PDF SAM. Esse último é um programa, gratuito e ele não tem limite de usos. Os sites normalmente te bloqueiam depois de um certo número de usos pois eles querem que você pague o PRO. #atéparece #jábastaastaxas

Você deverá juntar PDFs de um mesmo assunto. Por exemplo:

Passaportes

Juntar em um arquivo todos os passaportes que tenham carimbos de viagens que foram descritas no “Travel History”. Ou seja, todos os passaportes que constem viagens até 10 anos atrás. Devido a uma discussão em um grupo que participamos, descobrimos que não deve ter gaps na ordem das páginas dos passaportes.

Isso poderia ser causa para recusa do seu processo. Então mesmo páginas que estavam em branco porém estavam antes de algum carimbo nós escaneamos para mostrar que dizemos a verdade no formulário de Travel History e não tentamos omitir nada.

E pronto?

Depois de juntar os arquivos de um mesmo assunto (seguindo a checklist você sabe o que deverá juntar) e a folha de rosto/índice você já terá os arquivos de PDF a serem enviados para o CIC.

Lembre-se de que o tamanho máximo é 4MB. Então tente sempre escanear com 300 dpi ou menos. Escaneiei muita coisa com 150 dpi. Fica melhor do que comprimir depois usando esses sites que mencionei.

Espero que esse post ajude vocês no andamento do processo. Se você gostou do nosso post, compartilha com os amigos e com os grupos “canandenses” que você participe! Além claro de continua entrando aqui.

Vamos fazer posts descrevendo exatamente como fazer as cartas de emprego, a carta para o gerente do banco, o que é preciso escanear para preparar o proof of funds e muito mais. Fiquem ligados que agora vai ter muito mais post aqui no blog!

May the Force Be With You

 


167 COMENTÁRIOS

  1. Olá! Muito legal o blog e obrigada pelas dicas. Posso fazer uma pergunta adicional? A traduçao precisa ser do documento original? Porque conheço tradutores que fazem por documentos scanneados, mas ai vem escrito que a traduçao foi feita com base no documento scanneado e não que foi o documento originas.
    Muito obrigada!

    • Oi Catarina! Obrigada pelo elogio!

      Sobre a sua questão, eu não tenho a resposta 100% por que não conheço ninguém que mandou documentos feitos desse modo. Eu acredito que o ideal seria você fazer com um tradutor que valide que viu o documento original. A minha tradutora juramentada falou que o Canadá especificamente é bem detalhista quanto as traduções e ela mesmo quando errou me agradeceu por ter revisado e ela rapidamente corrigiu pois sabia da importância de estar perfeito.

      Esse seria meu conselho, agora se a WES aceita como a tradução feita do oficial eu não posso dizer. Peço desculpas!

      E por favor, fique sempre a vontade para voltar e fazer quantas perguntas quiser! Nós estamos aqui e no Facebook para conhecer e ajudar muitas pessoas no caminho canadense delas. 😉

  2. Obrigada pelo post! Está bastante explicativo e organizado!
    Tenho uma dúvida, caso a experiência de trabalho anterior não seja nos NOCs ), A ou B é necessário registrar no EE e comprovar a experiência caso receba o ITA?
    Tenho uma experiência prévia no NOC C mas como não conta pontos no EE atualizei meu perfil e excluí essa informação. Mas tenho dúvidas se mesmo não mencionando no meu perfil eu tenho q comprovar.
    Obrigada!

    • Oi Lele! Tudo bom? Você já recebeu o ITA?
      Então, pelo que eu já pesquisei, se não for contar pontos você não é obrigada a comprovar no perfil. Porém, depois do ITA como eles pedem o personal history dos últimos 10 anos, você coloca as experiências outras no personal history, entende? No meu caso, eu coloquei todas as empresas que trabalhei nos últimos 10 anos no personal history. Mas pro work history eu coloquei somente a última que foi a que eu pedi a carta pro meu empregador atual.

      Espero que tenha respondido a sua dúvida, mas lembrando que não somos agentes de imigração né, só falamos do que nós fizemos. É sempre bom também dar uma pesquisada no canadavisa forum. Eles sempre tem as melhores infos. 😉

      Abraços,

      • Entendi! Meio confusa essa parte!Ainda não recebi o ITA mas como vou para o Canadá estudar queria já deixar essas comprovações prontas! Obrigada pela ajuda e boa sorte pra vcs!

      • Vou aproveitar a dúvida anterior e esclarecer outra coisa, no personal history, eu só coloco as experiências que eu tiver a carta? Ou posso colocar de fato tudo q eu fiz, mesmo sem a letter of reference?

        • Oi Giovana! Tudo bom?

          No personal history você coloca TODAS as informações dos últimos 10 anos. Mesmo sem ter reference letter ok?
          No work history que você coloca somente o que tiver letter para comprovar.
          Espero ter ajudado!

          Abraços,
          Rey

      • Hey, Rey! Então, ITA nas mãos, cá estou eu buscando resposta às dúvidas: 10 anos de atividades tem sido chatinho de preencher. Locais que trabalhei 4 meses… Não tem nenhum problema eu informar isso tudo e só pegar carta do meu atual emprego, né? Já estou nele há quase 4 anos, e é o NOC que cadastrei no início. Os outros empregos já seriam outro NOC, mas a gente tem que registrar…! Então, vou atrás de tradução juramentada dos empregos todos da Carteira de Trabalho ou realmente não há necessidade?
        Outra dúvida, sobre Travel History. Tá uma confusão pq viajamos pela Europa, ia por um país e voltava por outro. E sim, tem carimbo no passaporte. Merece uma LoE? Vc disponibilizou algum modelo em algum post e eu deixei passar?
        Once again, thank you!

        • Raíssa, no seu work history você coloca somente o trabalho que você tenha carta para comprovar. Todas as outras funções vão em personal history e não precisa de carta do empregador nem de carteira de trabalho nem nada. Ficou claro? Sobre Travel History, tem que informar tudinho SIM! E tem que ter todas as páginas carimbadas dos seus passaportes nos últimos 10 anos sim! Não fiz LOE para Travel History inicialmente. Se você achar necessário acrescente com a LOE geral. Abraços!

    • A dúvida da Lele era a mesma que a minha.

      Eu submeti minha aplicação faz 1 semana e coloquei no work history somente o meu último empregador no qual ja estou alocado faz 8 anos.
      O NOC no qual desejo trabalhar possuo 5 anos de experiencia pelo empregador atual. Sou da area de TI e trabalho como administrador de banco de dados Oracle.
      Minhas funções em empresas anteriores, apesar de serem na area de TI também, nao considerei muito relevante pra por no work history pois eram outro NOC (analista de sistema), e ainda mais porque poderiam dificultar minha vida tentando obter o recommendation letter dessas empresas.

      Agora estou no aguardo do ITA e, caso eu o receba, terei que fazer esse Personal History. Aí eu estava preocupado de falar no Personal History que trabalhei em tal lugar mas esta informação não constar no work history. Receio de considerarem que eu omiti informação.

      Mas vou seguir seu conselho e por tudo no Personal History e irei manter somente meu atual empregador no work history.

      Eu não podia deixar de parabenizar você (Rey) e seu marido por este blog. Realmente, as informações aqui são de grande valor pra quem está tentando ir pro Canadá. Obrigado pelo trabalho de vocês!

      Abraços!!

      • Muito obrigada por compartilhar e pelos elogios Henrique! Nós tentamos relatar da forma mais clara possível o que nós fizemos no nosso processo. Espero que dê tudo certo e depois volte aqui para comemorar com a gente quando chegar o ITA! Abraços!

  3. Olá Casal! Parabéns pelo blog de vcs. Possui informações bem detalhadas sobre todas as fases do processo e com certeza tem ajudado muita gente.

    Como a pontuação dos draws está baixando, pode ser que a gente ainda seja chamado, então estamos pesquisando e nos preparando para a fase Pós-ITA, se ela vier.

    Nós já temos quase tudo pronto conforme o checklist de vcs e surgiu uma dúvida sobre o Police certificates. Para o Brasil, basta apenas emitir o certificado deste link? http://www.pf.gov.br/servicos-pf/antecedentes-criminais É preciso fazer a tradução juramentada dele?

    Muito obrigada e abraços ao casal

    • Oi Casal 20! Tudo bom? Muito obrigada pelos parabéns! Queria aproveitar e dizer que o blog de vocês também está demais! Adorei o último post sobre declaração de saída definitiva do país. Realmente me ajudou a esclarecer muitas coisas. Já inclusive adicionei o blog nos nossos favoritos. Tem bastante informação útil para quem está saíndo do país.

      Respondendo a sua pergunta, é essa declaração mesmo da polícia federal! Nós mandamos a civil também, mas nem precisava, só descobri depois de mandar hehehe. Quanto a tradução juramentada: tudo que estiver em português TEM QUE ser feito a tradução juramentada. É obrigatório mesmo. Senão você corre o risco de ter o processo negado só por isso! Espero ter ajudado!

      Abraços,
      Rey
      Casal Nerd no Canadá

      • Olá Rey,

        Seu blog é excelente e com muitas informações extremamente úteis.

        Fiquei com algumas dúvidas sobre o Certificado de Antecedentes Criminais da Polícia Federal do Brasil que seguem abaixo e ficarei muito grato em receber suas respostas.

        – Vocês enviaram apenas o certificado emitido e impresso direto do site da PF ou enviaram junto também a página de validação?
        – Vocês enviaram o certificado impresso do site sem assinatura ou levaram para uma delegacia da PF para ser assinado por um policial federal?
        – Caso tenham enviado assinado, precisaram reconhecer em cartório e legalizar no Ministério de Relações Exteriores?

        Parabéns pelo site e sucesso na jornada!

        • Ei Paulo, tudo bom?

          Entao, do jeito que fica quando sai no site (em pdf) foi o jeito que nos enviamos. Nao levamos para ninguem assinar nao. E pode esquecer dessa historia de reconhecimento em cartorio. hehehe

          Obrigada pelos parabens e boa sorte no processo!
          Abracos,
          Rey

          • Oi Rey,

            Muito rápida na resposta, hein? Nem sabre de luz acho que é assim. kkkk

            Vou aproveitar para perguntar outra coisa já que seu marido teve mudança de nome.

            Tenho uma união estável com minha companheira atual. Ela já foi casada no passado (atualmente divorciada! kkk) e mudou o nome nesse casamento.

            Nossa declaração de união estável já está com o nome modificado, que é o mesmo que consta no passaporte e em todos os documentos dela (comprovante de residência etc.).

            Você sabe dizer se teremos que explicar mudança de nome ou, pelo fato de comprovarmos declaração de união estável já com esse nome mudado (e não termos necessidade de enviar a certidão de nascimento, que teria o nome anterior), não precisaríamos mencionar nada?

            Isso é importante pelo $$$, já que teríamos que traduzir também outros três documentos (certidão de nascimento dela, certidão de casamento e o documento do divórcio).

            Valeu!!!

          • Ei Paulo! Cara, como você deve ter percebido foi sorte sua mesmo. Eu estava num computador publico respondendo comentários quando você comentou da última vez, hahahaha, mas adorei a comparação com sabre de luz.

            Quanto a questão da sua companheira, se todos os documentos atuais dela já estão com nome atual, não acredito que você teria problemas. Mas se eu me lembro bem, tem uma parte que o CIC pergunta se você ou o seu companheiro já foram casados anteriormente. Se sim, você provavelmente vai ter um campo para os documentos de casamento e de divórcio anteriores dela. Mas isso só depois do ITA para você ter certeza.

            Abraços,
            Rey

  4. Olá!
    Para casal que nao é casado, mas é “união estável”, além do comprovante de residência de ambos, para provar que moram juntos, o que mais é necessário?
    Sei que eles não aceitam o nosso documento de união estável que pode ser feito em qualquer cartório….

  5. Boa tarde, tudo bem?

    Deixa eu só esclarecer. Você manda eletronicamente toda a papelada e envia fisicamente os passaportes? Isso quer dizer que os passaportes ficam retidos com eles durante todo o processo? Pensei que isso só acontecia no final. Fiquei um pouco confuso agora.

    Aliás, espetacular o trabalho do seu blog! Boa sorte no landing!

    • Boa tarde João! Tudo bem?

      É isso aí mesmo João! A gente manda TUDINHO eletronicamente pelo site do CIC e o passaporte só no final pro consulado. O passaporte não tem jeito né… tem que mandar pro consulado. Mas você só manda a passaporte depois de receber o PPR, que é o e-mail que informa que o consultado está pronto para receber seu passaporte. Durante todo o processo você fica com seu passaporte tá? Somente os dias que vc envia pro consulado e espera o retorno dele que vc fica sem!

      Abraços,
      Rey
      Casal Nerd no Canadá

  6. Ah sim, agora entendi certo. Quando você falou em “Você pode pagar a taxa de emissão somente depois que sair o OK final e eles pedirem para você enviar os passaportes”, pensei que era falando do documento físico, mas é a cópia. Ufa! Sobre o estágio do PPR eu estou ciente, tanto que tenho um casamento pra ir em Orlando em janeiro mas já avisei pra minha amiga (a noiva) que vai ser complicado eu ir, porque pelas minhas projeções eu posso estar justamente na fase do PPR em janeiro/2018 (A FORÇA ESTÁ COMIGO, E EU SOU UM COM A FORÇA, E VAI ROLAR), mas por esse motivo, ela vai ficar tão satisfeita quanto eu.

    Outra coisa: Você só escaneou os documentos e mandou, ou também autenticou as cópias!

    Obrigado pela força, e um ótimo fim de semana!

    PS: também sou capixaba, nasci em Vila Velha/ES e quase toda a família do meu pai mora aí!

    • Ei João! Rolou uma comoção aqui quando lemos seu post! <3 A força está contigo e você é um com a força!!! Arrasou!

      Então, nós só mandamos escaneados, tudo em pdf (exceto as fotos que são em jpeg) até 2mb por arquivo. Autenticação de cópia é uma coisa idiota do Brasil... para eles lá não vale de nada! Ou seja é inútil ter cópia autenticada de qualquer coisa.

      Que coincidência que você é daqui! O Han nasceu e sempre morou em Vitória, já eu sou mais espalhada! Só vim para cá depois dos 15 anos. É uma terrinha muito gostosa, mas que tem aqueles problemas como todo lugar no Brasil: falta de segurança, saúde precária, transporte público ruim, etc...

      Abraços,
      Rey
      Casal Nerd no Canadá

  7. Olá, pessoal,

    Obrigada pelo post, está ajudando bastante. A dica de folha de rosto e índice é excelente mesmo.
    Tenho algumas dúvidas.
    – É necessário apresentar certidão de nascimento além da certidão de casamento para o proof of legal name change?
    – Posso estar enganada porque não tenho mais acesso à PR application, mas eles não pedem apenas cópias do passaporte válido (e as stamped pages desse passaporte)? Temos 5 passaportes (entre os meus e do meu marido, válidos e já expirados), mas um deles foi roubado nos EUA, e algumas viagens dos últimos 10 anos estão lá (senhora “Lady Murphy” imperando). Temos o police report do roubo, etc. Vocês acham que vale a pena adicionar tudo isso?

    • Oi Amanda! Que bom que está curtindo as dicas.

      – Não acredito ser necessária a certidão de nascimento. Eles pedem um documento que comprove a mudança de nome. Se essa foi feita após o casamento, então seria a certidão de casamento. No caso do Han o pai dele fez uma mudança legal no nome dele e fez uma nova certidão de nascimento. Então no caso dele enviamos a certidão de nascimento com as alterações. Mas no caso de quem troca de nome após o casamento seria somente a certidão de casamento.

      – Então, eles pedem as cópias de TODAS AS FOLHAS que constem carimbos ou informações sobre as viagens nos últimos 10 anos. Se isso incluir um passaporte anterior, então é sim necessário incluir ele. No caso do seu marido eu faria uma LOE e anexaria o police report sim. Tem que adicionar tudo isso sim, senão vcs correm o risco de ter o processo cancelado á toa!

      Abraços,
      Rey

      • Olá Rey, quando você fala em incluir o passaporte antigo, você fala em incluir ele escaneado nos supporting documents apenas, ou também devo listar ele no formulário de documentos de viagem, mesmo com data de expiração passada? Como vocês fez?
        Nos seus dados deixou apenas o novo, e depois escaneou os dois? Obrigado

        • Gabriel, boa pergunta. Realmente pelo o que eu me lembro é somente no arquivo escaneado. Mas você pode tirar essa dúvida no canadavisa forum! Abraços!

          • Quando eu recebi a check list, diz “You must submit a legible copy of your valid travel document which you will use to travel.” Entao acho que isso nao inclui os passaportes anteriores.. mesmo que tenham carimbos declarados nos 10 anos passados.

          • Carol, eu juro pra vc que tudo que está aqui foi devidamente lido e re-lido no canada visa forum. Mas fique a vontade para procurar e fazer da forma que você julgar certo viu? Só fornecemos dicas mesmo! 😉 Abraços!

  8. Rey, outra dúvida que tenho é a seguinte, na minha última viagem para Portugal, em janeiro, o carimbo da volta tá completamente apagado, quase difícil de ver que existe um. Não reparei na hora, só hoje revendo o travel history.. isso pode geral algum problema? Tenho o comprovante do curso que fiz lá.. enfim.. tudo gera preocupação rs
    O blog de vcs é absolutamente demais, vou elogiar sempre e acho que vcs deveriam receber um salário do governo canadense por ajudar tanto os novos possíveis imigrantes 😉 fica a dica.

    • Olá Giovana! Tudo bom?
      Não se preocupa não… mesmo o carimbo estando apagado mande o que vc realmente fez de viagens. Eles tem algumas formas de checar isso. Não acho q daria nenhum problema.

      Muito obrigada pelos elogios! Quem sabe um dia eu ganho algum $$$$ do governo canadense ein… não seria mal! hehehe

      Abraços,
      Rey

  9. Oi Rey,

    Seu blog esta maravilhoso!!! Ajudando muito quem esta se precisando para o ITA. MInha duvida eh a seguinte. O police certificate de acordo com o site do cic, seria somente o federal e tirado direto no site da PF (traduzido obviamente, considerando que esta em portugues). No forum do canadavisa tem alguns comentarios no sentido de que a certidao retirada do site precisa ser aprovada/autenticada pelo consulado brasileiro. Nao vi essa solicitacao em lugar nenhum do site do CIC. Voces simplesmente tiraram a certidao online e traduziram e pronto? Obrigada pela ajuda.

    • Ei Manuela! Tudo bom? Que bom que o blog está ajudando.

      Então, na verdade é só a certidão que emite no site da PF mesmo, e aí você faz uma tradução juramentada e manda. Não validamos nada disso com consulado. Pode ser que dependendo da nacionalidade da pessoa, algum país exija isso, mas nosso processo deu tudo ok dessa forma.

      De nada e desculpe a demora mas o ritmo de mudança tá acelerando!!!

      Abraços,
      Rey

  10. Ola Rey!! Parabéns pelo blog!!! Informação organizada e didática, muito obrigada!!!
    Minha dúvida é a respeito da comprovação de trabalho da spouse. Precisamos anexar também as cartas dos empregadores e trabalho da spouse?
    Um abraço!!

    • Olá Ana, tudo bom?

      Muito obrigada pelos parabéns! 😉
      Então, nós temos um post exatamente sobre isso. Você pode fazer, mas não é necessário ter a comprovação de trabalho do spouse não. Dá uma lida nesse post aqui que eu acho q vai te esclarecer.

      Abraços,
      Rey

  11. Oi casal!!!
    Olha eu aqui de novo rsrs
    Tô com três dúvidas hehe. Podem me ajudar?
    – Pelo que eu entendi, vocês escreveram uma carta em cada PDF explicando os documentos, certo? Mas aí sobrou alguma coisa pra escrever na Letter of Explanation? O que vocês escreveram nela?
    – Vocês enviaram holerites na comprovação de experiência ou apenas a Letter da empresa?
    – Vocês explicaram que usariam parte do dinheiro da poupança pra pagar as taxas consulares ou nem precisou?

    Muitooo thanks again.
    Beijos

    • Oi Bárbara! Que bom ver você por aqui de novo!

      Vamos tirar suas dúvidas aqui!
      1 – Não escrevemos carta para todos os PDFs não. Somente para os que poderia ter algum problema de interpretação. Por exemplo, a POF precisava pois nosso dinheiro não esteve na conta por 6 meses consecutivos antes da nossa aplicação. Mas os passaportes não precisava de LOE explicando nada sabe? Então nós só colocamos um índice em cada PDF indicando em qual página do PDF poderia ser encontrada cada informação.
      2 – Não enviamos nenhum holerite ok? Somente as cartas das empresas.
      3 – Nós explicamos que usaríamos uma parte do dinheiro da poupança para pagar as taxas do processo sim. E aí retiramos o valor e colocamos o cálculo todo explicadinho na carta de LOE do POF.

      De nada! E volte sempre!
      Abraços,
      Rey

  12. Oi Rey,

    estou amando seu blog, todas as informacoes sao muito detalhadas e precisas. Parabens pela iniciativa, esta me salvando!! Entao, estou achando cheio de detalhes preencher a parte do personal history do formulario apos o ITA. Mas a duvida que tenho eh, onde que encontro o checklist de documentos, somente depois que completo o formulario? Ja consegui agilizar a maioria, mas como ja estou residindo no Canada, alguns passos sao diferentes, por exemplo, nao sei se preciso apresentar o Police Certificate daqui (ouvi pessoas falando que nao eh necessario no caso de in land). Outra duvida eh se irei precisar de apresentar carta de experiencia profissional do meu marido (spouse) sendo que a experiencia dele nao contou pontos. Voce saberia me ajudar com relacao a isso? Muito obrigadaaa!

    • Oi Gabriela, tudo bom?

      Fiquei muito feliz de saber que voce esta amando o blog. Olha algumas coisas eu realmente nao sei pois fiz meu processo do Brasil certo? Quanto ao Police Certificate do Canada eu realmente nao sei te dizer o que fazer. Agora quando a experiencia profissional do seu marido eu sei que ele nao sendo aplicante principal nao e necessario acrescentar as informacoes de empregador dele no work history, mas no personal history dele voce tera que adicionar ok?

      Espero ter ajudado!

      Abracos,
      Rey

      • Obrigada por me responder! Voce eh uma fofa! Vi voce falando que so enviou as cartas da empresas correto? Foi so isso mesmo que voce fez o upload? No meu caso tambem so tenho as cartas e so irei fazer o upload disso. Espero que seja suficiente. Se precisarem de ajuda eu e o meu marido estamos em Vancouver ja a mais de um ano. Sei que ira amar a cidade! Sejam bem vindos!! Abracos!

        • Ei Gabriela, tudo bom?

          Nós mandamos somente as cartas da empresa mesmo. =)
          Ficamos super felizes com seu comentário. Depois deixa um alô no facebook da gente para quem sabe a gente se encontrar algum dia aqui em Vancouver ok?

          Abraços,
          Rey

    • Ola Ana! Tudo bom?

      A certidao de nascimento nao e obrigatoria nao. Mas e bom levar ela quando voce se mudar. No caso do marido era necessario pois ele teve mudanca de nome que nao foi apos o casamento… anyways uma enrolacao ai… mas para o EE nao precisa da certidao de nascimento nao.

      Abracos,
      Rey

        • Olá Alice, tudo bom?

          Então, no caso do meu marido, como ele teve mudança de nome (e não foi devido a casamento, então ele ter uma certidão de nascimento com averbação do novo nome) existia um campo para upload dos documentos de mudança de nome, que no caso dele foi a certidão de nascimento com averbação. Eu, por exemplo, não anexei certidão de nascimento, mas fiz a tradução da minha, just in case, para gente já trazer esse documento com a tradução.

          Se você não teve mudança de nome na certidão de nascimento não é necessário ter esse documento traduzido para o Express Entry.

          Espero te esclarecido.

          Abraços,
          Rey

  13. Olá, bom dia! Na checklist personalizada que vc postou estão pedindo os passaportes e travel documents… O que seriam esses travel documents? Os documentos pessoais?

    Adoro o blog, está me ajudando bastante!

    Abraços!

    • Oi Enza, tudo bom?

      Eu fiquei até na dúvida quando li seu comentário e aí voltei no texto. Esse passports/travel documents está dessa forma pois dependendo da sua nacionalidade (se você for nascido em um dos visa exempt countries) você não precisa de passaporte para sua entrada no Canadá. Mas no geral isso aí só significa passaportes mesmo. Não tem nada a mais que isso. hehehe

      Abraços,
      Rey

  14. Olá Rey, tudo bem?? Parabéns pelo blog; estou adorando! Não sabia que era possível encontrar um lugar tão organizado e com tantas dicas úteis para os que estão tentando o visto no Canadá! É impressionante como o site do governo canadense é tão pobre em informação e a gente tem que ficar “caçando” a confirmação em outros lugares.

    Vc mencionou: “Após você receber o PPR (o visto de residência permanente) você tem até um ano para entrar no Canadá. Só que os seus exames médicos só são considerados válidos até um ano após a realização deles. Então o seu landing tem que ocorrer até um ano da realização dos exames médicos.”

    Minhas perguntas: 1) este prazo de um ano significa que eu efetivamente tenho que me mudar pro Canadá dentro de um ano? Ou posso fazer uma “visita de familiarização”, ter o passaporte carimbado e voltar mais pra frente?; 2) Se eu não aterrissar no país dentro do prazo do exame médico, o que significa? Que eu perdi o visto ou bastaria eu pagar por um outro exame? Eu achava que tanto fazia o dia que vc entrasse no Canadá, desde que cumprisse a norma de residir no país 2 anos de cada período de 5 anos.

    Desde já muuuito obrigada! Bjs!

    • Olá Karla, tudo bom?

      Agradeço demais os elogios e a valorização do nosso trabalho aqui no blog. Vou tentar responder suas perguntas da forma mais justa possível ok? Mas lembre-se que eu não sou o governo canadense, nem consultor de imigração, muito menos advogada de imigração. Se você quiser se profundar no assunto, aconselho pesquisar no canadavisa forum, o link pro forum está nos links na lateral direita do blog.

      1) De acordo com o governo canadense: SIM. Esse prazo seria o prazo para se mudar para o Canadá. Você teoricamente só deve sair do Canadá após receber o seu PR CARD que deve acontecer num período de 60 a 90 dias após a sua chegada. No entanto existem muitas pessoas que fazem o landing, pedem para o PR CARD ser entregue no endereço de algum familiar e então esse familiar manda o PR CARD para onde a pessoa está e na próxima entrada da pessoa ela já teria o PR CARD em mãos. Sair do país e retornar sem PR CARD pode se tornar um grande problema e honestamente como nunca tivemos interesse em fazer isso nunca pesquisei a fundo, mas sei que muitos fazem, especialmente os indianos e chineses.

      2) Se você não aterrissar dentro do prazo, dentro do que eu sei, você perde o direito àquele visto e tem que realizar o processo TODO NOVAMENTE, desde o princípio. Desde criar o perfil e receber um ITA. Não é possível realizar outro exame para estender seu prazo de visto a não ser sob circunstâncias muito especiais.

      Resumindo: ao meu ver só vale a pena realmente começar o processo se você tiver interesse em se mudar quando receber o visto. Você pode correr o risco de se tornar inelegível a vistos no Canadá futuramente se alguma postura sua for interpretada como fraude para com o governo Canadense. Mas como eu disse, pesquise no forum e formule sua própria opinião ok? Essa é somente a minha.

      Abraços,
      Rey

  15. EXCELENTE post!

    Só me tire uma dúvida: esse pdf de 4MB é UM arquivo só pra tudo ou é 4MB por arquivo relativo à educação, travel, etc?

    Porque se for um só pra tudo já rodei antes mesmo de começar 🙁

    • HAHAHAHAHAHAHA Morri de rir com seu comentário Marcus. Então é 4mb para cada arquivo. Mas quando chega no Proof of funds 4mb parece uma agulha de tão pouco! Dá para se virar, mas tem q ter muita paciência e criatividade.

      Abraços,
      Rey

  16. Oi Rey!Estou acompanhando seu blog faz algumas semanas e tenho adorado!
    Uma dúvida, você e o Han foram casados ou apenas em união estável? O que facilitaria mais?

    Obrigada!

    • Olá Nathy,

      Eu e o Han somos casados desde 2015! <3
      Então desde antes de começarmos a pensar no processo já estávamos casados. Mas se você possuir união estável também é válido e tem muita gente que usa. Não faz diferença um ou outro para o pessoal do governo. O que importa é que vocês comprovem que não tomaram essa decisão somente para imigrar. Então é bom mostrar que já estão juntos a algum tempo.

      Abraços,
      Rey

  17. Oi, Rey! Eu aqui de novo, rs. Olha só, não preenchemos Work e Study History para meu marido, pois não contamos com esses pontos, nem fizemos ECA para ele. Li no fórum que seria isso msm, não coloco nessas abas, mas coloco em Personal History, pq se eu colocar nessas abas eles pedem carta de emprego e os diplomas, que não seria o caso já que tenho lido que isso é opcional para o cônjuge. Bom, a partir daí, como ele não tem Study History, na página de fazer upload não tem lugar para colocar o IELTS dele, e esse sim tivemos pontos a mais por isso. É isso mesmo? Basta eu ter colocado os dados do IELTS no preenchimento da página anterior? Na dúvida pensei tbm em colocar junto com a LoE… Obrigada mais uma vez!

    • Ei Lissa, tudo bom?

      Que ótimo que você veio aqui me perguntar. Se você pegaram pontos pelo IELTS dele mas não fizeram ECA Report, adicionem no study history um arquivo de pdf com o Test report form em pdf do IELTS. Se você não adicionar corre o risco seríssimo de ser recusada a sua application por falta de documentos obrigatórios. Tem que SEMPRE adicionar o IELTS test report form. Não basta o número do report form nem pro IELTS, nem pro ECA report. É comum o processo ser rejeitado por falta desses documentos.

      Espero ter respondido a sua dúvida.

      Boa sorte! Abraços,
      Rey

      • Ufa, que bom mesmo! Mas então, como não colocamos Study History para ele (porque os pontos não valiam a pena, só Ens. Médio) na página seguinte não abre espaço para fazer upload de documento em Study History, ou seja, ele não seria obrigatório, é isso que ficou confuso pra gente. Na primeira página, de preencher os dados, Study está junto com Language. Em Language colocamos o número do report form, mas não colocamos outros dados de estudo. Assim, na página seguinte não tem o campo study history dele para fazer upload. Vi no fórum canadavisa que algumas pessoas colocaram na parte de LoE explicando que os dados dele não foram incluidos no Work/Study History pq não nos dava pontos, mas sim no personal history e anexavam também o IELTS ai.
        Mais uma vez obrigada pela ajuda!

  18. Oi, Rey!

    Parabéns pelo blog, acabei de chegar por aqui! Meu marido e eu recebemos nosso ITA, já temos praticamente todos os documentos, mas estamos com dúvidas quanto às traduções, não sei se você poderia tirar algumas dúvidas nossas!

    Vimos no site do CIC que as traduções precisam ser feitas por um tradutor certificado (e eles dizem que é um tradutor certificado pelo Canadá). Pode ser qualquer tradutor juramentado no Brasil ou realmente precisamos buscar um que seja acreditado pelo Canadá?

    Eles também dizem no site que precisa ter um affidavit e uma cópia certificada do documento. Vocês enviaram estes documentos também ou só o original e a tradução juramentada foi suficiente?

    Eu já tenho todas as traduções feitas por um tradutor juramentado, mas fiquei muito confusa depois que li todas estas coisas no site! Espero que você possa me ajudar com isso.

    Muito obrigada e parabéns de novo pelo blog!

    • Ei Aline! Olha você vai fazer tudo por tradutor juramentado do Brasil mesmo. Affidavit e cópia certificada só em outros países ou se você fosse mandar os documentos em papel como era antigamente. Hoje você manda pdf dos originais então não tem necessidade de nada disso! Boa sorte!

  19. Oi Rey! Muito obrigado pelas informações no blog, mas fiquei com uma dúvida na parte:

    “Atenção na parte de “Personal History”. O formulário puxa as suas informações de educação (períodos de estudo) e as informações de trabalho que você forneceu. Porém, segundo alguns grupos que eu participo, é aconselhável que essa parte esteja descrita da atividade mais recente para a mais antiga nos últimos 10 anos. Além disso não deverá ter nenhuma brecha de tempo nessa lista.”

    Quer dizer que a experiência de trabalho que conta deve ser somente experiência contínua? Se eu trabalhei 2 anos em uma empresa e depois fiquei 6 meses desempregado, e voltei a trabalhar em outra empresa, eu “perdi” esses 2 anos iniciais de experiência??

    • David, acredito que você não chegou ainda nessa parte dos documentos, mas quando você preenche os formulários pós ITA tem um de work history, um de educational history e um de personal history. O personal history tem que conter toda e qualquer informação sem espaços sem atividade. No seu work history você coloca somente as experiência de trabalho que for comprovar com carta. As que não forem comprovar com carta você coloca somente no personal history. Você nunca perde tempo de experiência, lembrando que tem que estar no mesmo NOC e que você precisa de cartas para as experiências que for colocar no work history. No personal history você acrescenta o período de tempo que ficou desempregado como unemployed mesmo. Boa sorte!

  20. Olá, muito boas as dicas!
    No caso, nos últimos 10 anos eu fiz intercâmbio para os EUA e fiquei 10 meses, mas acho que não tenho mais esse passaporte… Isso é um problema? Fui em 2009 e voltei em 2010, já faz bastante tempo…
    Mas, ainda tenho meu histórico escolar de lá.

    • Olá Manoela. Olha, se vc perdeu ou foi roubado esse seu passaporte antigo uma solução é enviar o BO do roubo ou perda. O que não pode é não ter nenhuma justificativa para você não possuir um documento tão importante. Abraços.

      • Obrigada Rey! Eu descobri que ainda tenho sim rs. Mas esse intercâmbio foi com menos de 18 anos, então no caso pelo que eu entendi não precisa de Police Certificate mesmo eu tendo morado lá por 10 meses… Eu espero ahha

  21. Oi Rey!

    Parabéns pelo blog! Ele é incrível! Sou engenheiro civil, e acabei de chegar em Vancouver para estudar más já tenho pontos suficientes pro express entry então já trouxe parte da documentação necessária comigo, estou atualmente no processo de fazer o ECA. Minha pergunta é, preciso também fazer ECA do meu ensino médio ou somente do ensino superior? Sabe dizer onde consigo ver se o curso do meu marido, comunicação social, se aplica ou não para ganhar pontos com um ECA no express entry?

  22. Oi Rey, tudo bem? Primeiramente, parabéns por esse blog maravilhoso!! Só aqui encontrei diversas informações que tinha dúvida e não encontrava em outros blogs! É maravilhoso o seu trabalho!
    Não sei se você consegue me auxiliar, mas tenho uma dúvida quanto ao Travel History.
    Sei que eles pedem que seja comprovada toda viagem dos ultimos 10 anos, ou depois dos 18 anos. Há 8 anos atrás, fui aos EUA menor de idade e voltei 2 meses depois de completar 18 anos. Isso precisa constar nessa seção? Como não existem carimbos de saida no passaporte, e na entrada eu era menor de idade, estou confusa sobre como prosseguir.
    Nunca mais sai do pais depois disso, e o meu passaporte atual (tirado depois dos 18 anos) não consta nenhum carimbo.

    Desde já agradeço muito e , novamente, parabéns pelo excelente trabalho!!

    • Olá Nane! Agradeço demais o elogio e fico super feliz que o blog está auxiliando. Olha, eu acredito que é sempre melhor ser honesto do que omitir informações. Você pode colocar essa viagem aí e na sua LOE você coloca uma pequena explicação como vc fez para mim aqui (só que inglês) que não existem carimbos dessa viagem, mas que ela foi feita a 8 anos atrás. Você precisa acrescentar o passaporte anterior ok? Por que ele é do período de 10 anos atrás então tem que ter print dele tmb. Eu coloquei o meu super antigo que tinha UMA viagem que fiz pros EUA e coloquei a viagem. Eu tinha 21 anos, mas era 9 anos atrás então tive que colocar todas as páginas usadas do passaporte anterior tmb. Espero ter esclarecido como eu faria. Lembrando que não sou consultora de imigração, essa dica é somente baseada na minha experiência. Abraços!

      • Com certeza! Concordo plenamente que nenhuma informação deve ser omitida. Até porque, temos intenção de nos mudar e contribuir para o bem do país né. Mentir nunca é opção, e acho que se a pessoa tem intenção disso estará imigrando para o pais errado kkk
        Minha duvida era se entrava ou não nessa seção pelo fato que na epoca eu era menor de idade né. Acho que a LoE vai ser a melhor opção mesmo. Sempre melhor pecar por excesso do que por falta 🙂 Muito muito obrigada Rey!!

      • Oi Rey,
        como você comprovou a saída dessa visita aos EUA?
        Tenho mais de uma dentro dos ultimos 10 anos mas que possuem apenas carimbo de entrada. Nessa época eles grampeavam o form I-94 na entrada e apenas retiravam ele na saída. Sem carimbos..
        Estou confusa de como fazer isso. Obrigada.

  23. Olá Rey,

    Não é bem uma dúvida, mas sim uma opinião/esclarecimento -rsrs

    Eu e minha namorada não somos casados, mas acho que o nosso grande problema é que moramos juntos na casa do meu sogro, temos conta conjunta e união estável a mais de 1 ano, porém não temos contas (água, luz, etc) com os nossos nomes, apenas do meu sogro claro. Mas pensando nisto nós fizemos um contrato de locação com o meu sogro, em que ele aluga um quarto e demais áreas “compartilhadas” da casa para nós. Você acha que é válido enviar este documento? Ou pode soar meio estranho por ser entre nós e o pai da minha namorada?

    Como estamos juntos a mais de 7 anos, vi em alguns lugares que é interessante incluir na documentação uma carta de amigos/familiares atestando essa união e até algumas fotos la do início, o que você acha?

    Muito Obrigado e continuem compartilhando suas experiências incríveis *-*

    • Marcos, tudo bom? Olha só se vocês tem o documento da união estável tirado em cartório, me parece q vocês não precisariam de mais nada. Porém, eu não tive um caso parecido então não acho que sei opinar sobre isso. Indico o blog partiu canadá, eles tinham um caso parecido. E acho válido dar uma pesquisada no fórum CanadaVisa. Quem sabe lá você consegue melhores informações viu? Abraços!

  24. Olá Rey,

    Tudo bem? Muito obrigado por ter escrito esse blog, pois tem ajudado bastante. Eu estou com uma questão e lendo o que foi pedido para vocês fiquei na duvida novamente! Estou estudando o processo para dar entrada no Express Entry e já ir separando documentos para quando receber o ITA! Minha esposa vai ser a aplicante principal. Ela é advogada e tem trabalho fixo por mais de 3 anos nos últimos 10 anos para pontuação. Eu tenho trabalho fixo por 2 anos e meio e depois abri minha própria empresa e fiquei sem a empresa nos últimos 2 anos. Sendo assim, como o trabalho não pontua para o Cônjuge, mas vi que pediram para vocês carta de empregador dos dois fiquei agora sem saber o que fazer e se eu como cônjuge preciso comprovar experiência de trabalho. Como que eu faria isso? Não escrevo nada no work history e no personal history escrevo meu trabalho? Por fim, sobre as ultimas viagens nos últimos 10 anos eu viajei muito e tem carimbo no meu passaporte que está gasto e sendo sincero não lembro exato de todas as viagens, mesmo vendo os carimbos, pois alguns países só tem carimbo de entrada, como EUA, Reino Unido etc. Como fazer nessas duas questões? Muito obrigado

    • Daniel, agradeço os elogios ao blog e fico feliz que esteja lhe ajudando. Quanto a suas dúvidas, eu vou aconselhar sempre que você pesquise mais a fundo no Canadavisa forum, mas seria basicamente isso que você pensou. Se vc não for pegar cartas de empregadores vc não coloca na no work history, mas coloca as suas funções no personal history. Tudo que estiver no work history tem que ter carta para comprovar. Sobre seu passaporte, eu aconselho fortemente que você se lembre das datas. Dê uma busca no forum tmb sobre o assunto para ver como outras pessoas resolveram! Abraços.

  25. Oi Rey! Tudo bem? Uma dúvida sobre a seção de educação. Você menciona que é necessário scannear os diplomas e históricos escolares, junto com as traduções juramentadas deles. Isso é somente para os diplomas/históricos que foram validados pelo ECA? Ou também é necessário ter os diplomas/históricos não validados? Por exemplo, diploma e tradução do ensino médico, histórico e tradução de faculdades não completadas, etc.

  26. Oi!! Tudo bom??
    Adorei seu blog! Estou fazendo meu processo e usando muito suas dicas!
    Estou nessa etapa de preencher o formulário atualizado depois do convite. E tenho algumas dúvidas em relação ao Personal History. Será que você poderia me ajudar?

    Em períodos que estive desempregada, pega mal colocar lá unemployment? Eu fiquei fazendo algumas atividades no período, mas nada que conte oficialmente como trabalho para o Express Entry. E o que eu colocaria nos campos para descrever a atividade e nome do empregador/instituição?

    E tenho uma pós que iniciei em 2013 e foi 1 ano de aula. Mas depois dei um tempo e só fiz o trabalho final em 2015 quando já estava morando em outra cidade. Então na parte de educação, está de 2013-2015, mas isso daria um overlap com um emprego nessa outra cidade. Estou na dúvida de como registrar isso.

    Muito obrigada por compartilhar sua experiência! Abraços!

    • Oi Vanessa! Que legal que vcs receberam o ITA. Olha quando você estava desempregada tem que colocar unemployed mesmo. É assim que funciona. Que eu me lembre as experiências podem ter overlap mas não pode ter nenhum período em que você não estava fazendo nada entende? Eu acho que a questão da sua pós não daria nenhum problema, mas se vc quiser coloca na sua LOE explicando isso ai. Abraços e boa sorte no processo! Depois volte para contar do PPR!

  27. Olaaa! Olha eu de novo 🙂

    Última duvidinha, prometo: as LOE (de fundos e de nome) você colocou naquele campo da LOE mesmo, ou colocou junto com o proof of funds e com legal name change e só duplicou no espaço para a LOE?
    Comecei organizando as LOEs pra ficarem todas juntas no campo delas, mas agora está me parecendo mais fácil para o agente ler se cada carta estiver junto com os demais documentos que ela faz referência.

    Any thoughts?

    • Camila, tem uma seção para LOE, mas que o pessoal aconselha nos fóruns colocar uma LOE mais geral, falando brevemente sobre qualquer coisa que possa ser diferente e sinalizando que existe uma LOE mais detalhada nos documentos daquela parte. Então eu fiz uma LOE geral e fiz uma LOE sobre POF e essa de POF coloquei junto com os documentos de POF. Sacou? Espero ter esclarecido o que eu fiz. Abraços!

  28. Amei o blog. Da pra ver que vocês são super organizados. Obrigada pela super ajuda que estão me dando.

    Tenho algumas dúvidas…
    1)Educação: Se eu quiser somar pontos pela formação do meu marido eu preciso fazer a validação do diploma dele também? O mesmo que eu estou fazendo para mim pela WES né?
    2) Antecedente Criminal: Atualmente moro na Austrália então sei que precisarei pedir o antecedente daqui também. Esse antecedente deve ser aquele que a Policia emite, certo? Aqui tem várias empresas que fazem isso, mas não sei valeria. Com relação ao do Brasil estou com esse site (http://www.pf.gov.br/servicos-pf/antecedentes-criminais), é só solicitar online mesmo? Tem ideia de quanto tempo demora o do Brasil para eu me programar rs
    3) Eu não entendi muito o que seria a LOE 🙁 O que necessariamente você explica dos fundos, exatamente?

    Abraços.
    Joyce
    e muuuuuuito obrigada!

  29. Olá!
    Mais uma vez parabéns pelo blog e obrigada por todas as dicas.
    Eu também recebi o ITA e estou na fase de preencher as informações no sistema.
    Gostaria assim, de pedir a ajuda de vocês em alguns pontos:
    1 – Eu li em algum lugar que precisa de uma letter of recommendation para o trabalho. O que seria isso? Pois achava que era apenas necessário a carta de comprovação de trabalho.
    2 – O/a spouse também precisa comprovar o trabalho? Mesmo que esse não seja usado para calcular a pontuação?
    3 – Quando eu fiz os exames médicos não precisei levar ou enviar nenhuma foto digital. Eles mesmo tiraram lá na clínica. A foto que eu vou enviar no sistema precisa ser a mesma ou posso anexar uma foto diferente?

    Obrigada desde já!

    • Naiandra, nós temos um post só sobre a carta de comprovação de experiência. Em inglês ela pode se chamar de letter of recommendation. Se o seu spouse já trabalhou no Canadá e por isso ganhou pontos no sistema para receber o ITA, aí precisa. Caso contrário, experiência de trabalho fora do Canadá não conta ponto para o spouse. Sobre fotos, você pode tirar uma nova com certeza. Abraços e boa sorte!

      • Olá Rey,
        Obrigada pela resposta.
        Só mais uma dúvida em relação a isso:
        Quando eu fiz a aplicação, colocamos o trabalho atual e o anterior da minha esposa no sistema. É aqui no Brazil e então não conta conta para a pontuação.
        Eu posso deixar ele no sistema PÓS ITA e não enviar as cartas de trabalho já que não contam ou eu deleto do sistema e pronto? Fica estranho colocar e tirar depois?
        O que vocês sugerem?
        Obrigada

        • Naiandra, se vocês já receberam o ITA vocês podem tanto manter quanto retirar essa informação do perfil pelo o que o pessoal do canadavisa fórum diz. Acredito que o trabalho dela será inserido somente no personal history nesse caso. De qualquer forma aconselho pesquisar no fórum e encontrar algum relato semelhante ao seu caso. Como não fizemos assim não posso dizer que daria 100% certo ok? Abraços!

  30. Olá Rey – na organização dos PDFs, você colocou numeração nas páginas? Ou só a folha de rosto mesmo, mas sem numeração nas páginas internas… obrigado

  31. Olá!!
    Uma dúvida na parte de “Personal History”.
    Como assim “não deverá ter nenhuma brecha de tempo nessa lista”??
    E se houver? O que fazer? = (

    • Olha só, mesmo que no período de um ano você tenha ficado desempregada, isso tem que estar listado lá como desempregada. OU se você ficou estudando, vai estar o período como estudante. Etc… aconselho sempre procurar no canadavisa forum para mais detalhes! Abraços

      • Eu tive um periodo em que estava so estudando, e nao foi aceito. Tive que incluir um estagio (que eu nem lembrava!) Foram os 2 primeiros meses dos meus 10 anos!

  32. Olá Rey, tudo bem?

    Você tem feito um ótimo trabalho por aqui. Comecei a pesquisar sobre o processo imigratório para o Canada recentemente e não havia encontrado tantas informações em um só lugar! Parabéns!!

    Rey, quanto a parte de “Employment Record”, o que isso realmente envolveria? Seria uma carta do meu empregador, no qual ele descreve o meu tempo de trabalho e funções?

    Obrigado desde já.

  33. Reformulando a Pergunta: Ray, desculpa incomodar. Quando você preparou os documentos para fazer o Upload online do ITA anexou os originais e traduzidos no mesmo PDF ? Ou enviou apenas os traduzidos? To achando um pouco bagunçado tudo no mesmo PDF rsr. Quanto ao passaporte, anexou todas as paginas dele ou apenas as que tinham carimbo de entrada e saída dos Países, vistos e etc?

    • Vou responder em detalhes pergunta por pergunta viu Giu?

      Quando você preparou os documentos para fazer o Upload online do ITA anexou os originais e traduzidos no mesmo PDF? – Sim, para arrumar eu fiz um índice! #ficaadica
      Quanto ao passaporte, anexou todas as paginas dele ou apenas as que tinham carimbo de entrada e saída dos Países, vistos e etc? – Nos colocamos as páginas de documentação (foto e dados) e as páginas com os carimbos. Se entre essas páginas tivesse página em branco nós colocamos tmb. Mas depois do último carimbo não adicionamos as outras páginas em branco não.

      Espero ter ajudado a esclarecer! Abraços!

  34. Olá Casal Nerd!
    Eu e meu marido estamos começando os preparativos para imigrar (Yay!!!).
    Por isso, uma das dicas que vocês deram neste post está sendo seguida: pedir o quanto antes o meu histórico criminal para o FBI (morei por mais de 6 meses nos Estados Unidos há menos de 10 anos).
    Como sei que vocês também precisaram desta documentação, queria saber como vocês fizeram o envio do formulário para o FBI? Foi num envelope branco normal, ou tinha envelope especial? Sabe quando não queremos fazer ABSOLUTAMENTE nada errado? Hehe
    Estou com todos os documentos solicitados por eles prontos aqui, mas me surgiu esta dúvida porque no site deles (https://www.fbi.gov/services/cjis/identity-history-summary-checks) está dizendo o seguinte no “Option 2 – Step 1”: (Self-addressed envelopes will not be accepted. This includes pre-paid Priority Mail, FedEx account numbers, United Parcel Service, etc., foreign postage coupons, and requests to forward correspondence to the Department of State for the apostille process.)
    Espero que vocês possam nos ajudar! Hope to see you guys soon in Canada! =)

    • Tabata, a gente não precisou pedir criminal records dos EUA não, mas por sorte uma leitora nossa pediu e ela gentilmente cedeu um post sobre o assunto para gente! Semana que vem esse post vai ser publicado na quarta feira! Espero que ajude a te esclarecer viu? Abraços.

  35. Nossa, quanto detalhe. Obrigada pela ajuda! só uma questão sobre Diplomas e Históricos escolares e a tradução juramentada dos mesmos (ambos aplicantes), além do ECA, precisamos adicionar essas cópias também? Achei que o documento do ECA já bastasse

    Obrigada!

    • Christie, segundo a galera do CANADAVISA forum é necessário sim, só o ECA não basta. Já li relatos no fórum de pessoas que colocaram só o ECA e tiveram o processo negado por falta de informações. Agora nós não somos consultores de imigração, só falamos o que nós fizemos de acordo com os conselhos que pegamos no fórum. Abraços!

  36. Rey, tudo bem?

    Já moramos mais de 6 meses no canada nos ultimos dez anos, porém não moramos mais. Sera que preciso pedir o certified criminal record check de lá? Sei que quem mora atualmente não precisaria…
    Se for, nos ferramos, saiu nosso ITA e não vai dar tempo!!!! 🙁

  37. Oi Rey!

    As fotos digitais vocês tiraram em estúdio? É a mesma que mandaram para o PPR depois?
    Tem problema se forem diferentes? No Canada visa forum algumas pessoas me disseram que tiraram com o celular mesmo.

    Obrigada!

    • Ei Simone! Então fomos nesses lugares que tiram foto de passaporte… nada demais. Mas achamos melhor do que tirar em casa. Nós sabiamos que podia ficar ruim e nós não tínhamos cameras legais hehee. Foi a mesma que mandamos depois. Qualquer lugar que tire foto de passaporte serve! Abraços!

  38. Oi!! Uma dúvida.
    Vou casar mas não vou mudar de nome.
    Vou precisar adicionar minha certidão de nascimento e do meu marido + traduções, ou se não tiver mudança de nome só os passaportes estão OK? (Tô agilizando e se for pedir mesmo assim já faço as traduções)
    Brigada!!

    • Marina, na verdade você não precisa de certidão de nascimento se você não tiver mudança de nome por outra causa. Meu marido precisou da certidão de nascimento com averbação por que ele mudou de nome, mas não foi devido a casamento. Quem muda de nome devido a casamento apresenta a certidão de casamento que consta a mudança se não me engano. Eu por exemplo, que nunca mudei de nome, nem precisei da certidão de nascimento até hoje. Só fiz para garantir e ter uma versão em inglês por segurança. Abraços!

  39. Boa noite Rey!
    Estou dando o Upload nos documentos nesse momento. Estou esperando o dia pra fazer os exames médicos, que é a única coisa faltando.
    Minha dúvida é a seguinte…
    Vocês colocaram a Letter of Explanation no próprio arquivo pdf onde está a carta do banco e etc ou fizeram um outro arquivo pdf e deram o upload na opção Client Information, que tem como explicação a seguinte: “If you would like to provide more information about your application that you have not already provided, you can attach a letter of explanation to your application.”???

    Muito obrigado!!!

    • Não é não flor! No caso do meu marido foi somente por que a alteração de nome dele se deu na certidão de nascimento. Foi devido a uma mudança no nome familiar. Vou explicar isso nesse post. Sempre rolam dúvidas hehehe Abraços!

  40. Olá! Primeiramente obrigado por tanta informação de qualidade!
    Você saberia confirmar que para as minhas crianças (2 e 4 anos) eu tenho que enviar:

    Passaportes;
    Certidão de Nascimento e a tradução juramentada da mesma
    Foto Digital (ambos aplicantes – esse item é o único que deve estar em JPEG)
    Proof of medical exam (required)

    Algo mais?

    • Flavio, tudo bom? Agradeço o elogio, mas eu realmente não sei. Quando você receber o ITA vai receber a sua lista personalizada e vai estar lá. Aconselho buscar no canadavisa forum, o link está na lateral direita do blog! Quando você descobrir passe aqui e me conte please. Assim poderei tirar futuras dúvidas de outras pessoas! Abraços!

  41. Olá, pessoal!

    Sobre o police certificate, eu estava crente que era apenas pegar aquele documento emitido pelo site da PF. Só que ao imprimir o meu, tem um ícone do lado chamado “Legalização de Documentos Brasileiros no Exterior”. Ao clicar, eu sou direcionada para o site do Itamaraty falando sobre a legalização dos documentos. Lá, eles não dizem que é obrigatório, mas também não falam que não é. Rsrs. Dizem que a partir de 03 de julho de 2017, “(o) procedimento é valido para documentos emitidos por via eletrônica, desde que sua autenticidade possa ser comprovada por assinatura eletrônica (http://www.portalconsular.itamaraty.gov.br/procedimentos-para-legalizacao#docseletronicos)”.

    E agora? Já tiveram relatos de pessoas que mandaram sem essa legalização depois do dia 03 de julho de 2017 e deu tudo certo?

    Show de bola pelo blog, Casal Nerd! Só alegria!

    • Ludmila, realmente ainda não tinha ouvido falar dessa mudança. Eu acredito que não seja necessário para o governo Canadense. Porém é sempre bom dar aquela checada no canadavisa fórum! Vou pesquisar também! Abraços!

  42. Olá Rey,

    Mais uma vez parabéns pelo blog. Tem me ajudado bastante. Uma dúvida, sobre o police certificate: você disse que “Os Police Certificates no Brasil também são time sensitive. Os certificados emitidos pela polícia federal e pela polícia civil tem validade de 60 dias somente. Então não tem por que tirar isso antes de receber o ITA.”

    No site IRCC eu achei o seguinte:

    *For the applicant’s current country of residence, the police certificate must have been issued no more than 6 months before the submission of the e-APR.
    *Police certificates meeting the above requirements can be accepted even if they have an expiry date that has passed.
    (https://www.canada.ca/en/immigration-refugees-citizenship/corporate/publications-manuals/operational-bulletins-manuals/permanent-residence/express-entry/applications-received-on-after-january-1-2016-completeness-check.html)

    Dessa informação eu presumo que daria pra providenciar esse documento e sua tradução, com uma certa antecedência, não?

    Outra dúvida, você mencionou que mandou também uma certidão da polícia civil estadual e só depois descobriu que não era necessário. Você se incomodaria de me dizer como descobriu isso? Será que tem na página do IRCC?

  43. Olá, tudo bem? Olha eu aqui de novo hehe

    Agora a minha dúvida é sobre a foto digital. Tenho duas perguntas a respeito:

    1- têm vários lugares que falam que devem ser tiradas duas fotos, é isso mesmo? Se sim, elas devem ser diferentes? Como? Tipo, tiradas em momentos diferentes/roupas diferentes/etc? P/ mim, mandar duas fotos digitais não faz muito sentido
    2- alguns lugares também falam que tem que colocar a parte de trás da foto, com o nome da pessoa, data de nascimento, estúdio em que tirou a foto e assinatura do fotografo. P/ mim, isso também não faz sentido. Precisa colocar isso mesmo?

    Olha as referências que eu olhei:
    1) https://www.canada.ca/en/immigration-refugees-citizenship/services/application/application-forms-guides/temporary-resident-visa-application-photograph-specifications.html

    2) https://www.canada.ca/content/dam/ircc/migration/ircc/english/pdf/photospecs-e.pdf

    3) https://www.canada.ca/en/immigration-refugees-citizenship/services/new-immigrants/pr-card/apply-renew-replace/photo.html

    Essas instruções só me parecem fazer sentido no caso de uma foto submetida fisicamente.

    Poderiam falar como fizeram, por favor?

    Abraços =)

    • Ei Renan, nós fizemos exatamente como pedido. 2 fotos com tudo isso aí escrito atrás. Uma vai ficar colada no seu CO-PR e a outra vc vai entregar pro agente de imigração no seu landing. Honestamente eu não fiquei me perguntando muito o por que… eu só obedeci as instruções… Abraços!

      • Oi Giovanna! Obrigado pela resposta =).

        Eu ainda estou confuso em relação a algumas coisas. Minha dúvida é essa: muitas dessas descrições parecem ter a ver com fotos físicas. No upload das fotos digitais, precisa ter isso também?
        No caso de serem 2 fotos, elas precisam ser diferentes? Se sim, como? (Ex: roupas diferentes? Hahaha)

        Abraços!

        • Essas descrições são para fotos físicas que são enviadas após a aprovação do visto, mas quando fizemos as fotos físicas, já fizemos as fotos no tamanho exigido e pedimos os arquivos em jpeg para colocar no sistema online. Não precisa ser duas fotos diferentes, e que eu me lembre no sistema online vc só coloca uma foto. Abraços!

  44. Olá,
    tudo bom?

    Seu blog tem me ajudando muito durante o meu processo.

    Poderia por gentileza tirar uma dúvida com relação a passaporte?

    É necessário realizar o upload apenas do passaporte original com os Stamps e visas ou devemos incluir também passaportes anteriores?

    Obrigado!

    • Isidio, fico feliz que o blog tem lhe ajudado! Segundo o pessoal do canadavisa forum, todos os passaportes que contenham dados de viagens realizadas nos últimos 10 anos (carimbos de entrada e saída, a primeira página e todas as páginas relevantes) devem ser adicionados no arquivo de passaportes. Você pode checar o fórum para mais detalhes. O link do fórum está na lateral direita do blog. Boa sorte! Abraços!

  45. Olá, Rey. Tenho algumas duvidas.

    1. Conseguimos o ITA em janeiro-2019, mas a certidão de policia da África do Sul do meu marido não está ficando pronta, eles tão com uma série de atrasos lá. Há alguma maneira de enviar a aplicação só com o comprovante do pedido da certidão de antecedentes criminais da policia de lá, ou não?
    2. Caso tenhamos que withdraw, como seria feito com o exame medico que já fizemos? Teríamos que fazer novamente?

    Obrigada pela ajuda.
    Anne.

    • Anne, tudo bom? Sobre a sua dúvida, eu REALMENTE não sei como proceder. Eu te recomendo procurar no Canadavisa fórum. eu lembro de ter visto relatos sobre atrasos de certidão de polícia de outros países lá, mas não lembro da resolução. Eu também não sei como fica a situação dos exames médicos. So sorry! Quando você descobrir volta aqui para contar para gente? Assim a próxima pessoa que perguntar eu vou saber ajudar! Abraços!

  46. Parabéns Casal Nerd pela atenção e paciência dada para todos nós. Obrigado mesmo.

    Tenho uma dúvida em relação ao “Travel History”, você comentou nesse post que é necessário indicar todas as viagens documentadas no passaporte.

    Viajei para alguns países da Europa e muitos nem carimbaram o meu passaporte. Criei uma planilha indicando todas as minhas viagens, até mesmo as que não foram carimbadas e vou acrescentar na LOE. Você acha que isso pode dar algum problema?

    Outra dúvida, em relação aos endereços, você listou os lugares que você ficou até mesmo a turismo?

    Desculpe o incômodo e desde já obrigado pela resposta.

    • Guilherme, tudo bom? Olha, eu listei as cidades, não exatos locais, até por que algumas desses viagens foram em cruzeiros… nem pensei em botar endereço fixos ou algo do tipo. Acho que não coloquei endereços mesmo em nenhuma delas e sim as cidades visitadas, mas para ser sincera tem tanto tempo já! Recomendaria procurar um pouco no Canadavisa fórum. Quem sabe por lá você encontrar mais informações… inclusive lembro de ter visto relatos sobre Europa lá no forum. Até por que como eu não fui na Europa nunca na vida, não tenho como tirar essa sua primeira dúvida! Sorry! Abraços e boa sorte!

  47. Olá, Rey!

    Primeiramente, obrigada por toda a ajuda! O site de vocês é maravilhoso!!

    Consegui o visto de estudante para fazer um college público e meu marido vai com o work permit. Nós também estamos no pool do Express entry e gostaria de saber como faremos o upload dos exames médicos e biometria (já fizemos os dois para o visto de estudante + work permit) quando o ITA sair.

    Obrigada 🙂

    • Joana, boa pergunta. Nós fizemos o processo direto do EE. Não sei te informar sobre essa parte, mas eu sei q vai ter campo de upload para tudo que vc precisar colocar no processo. Só um consultor de imigração para te responder isso aí mesmo. Abraços!

  48. Ei Rey. Tudo bem?

    Tenho uma dúvida e talvez você possa me ajudar: vou comprovar minha experiência profissional na empresa que trabalhei de Jan/10 a jun/15. Em agosto desse ano voltei a trabalhar nessa mesma empresa com o mesmo NOC de antes. Minha dúvida é quem deve assinar essa carta para mim? Meu antigo chefe (que ainda está na empresa mas em outra área), meu chefe atual ou simplesmente o rh da empresa?

  49. Olá!
    Muito obrigada pelas informações compartilhadas aqui! Vocês nos salvaram de errar em vários momentos!!

    Nó tivemos um super problema com a nossa aplicação e estamos meio desesperados… Nossa aplicação foi rejeitada por estar incompleta. Eles disseram que nossa certidão de antecedentes criminais é invalida e nós imaginamos que é porque não fizemos a validação pelo site, apenas enviamos a certidão atualizada e traduzida.

    Vocês sabem se tem algum jeito de consertar esse erro e retomar a nossa aplicação ou se vamos ter que entrar no pool outra vez e fazer tudo de novo?

    • Nina, pelo o que eu sei, a partir do momento que eles rejeitam, precisa entrar no pool e fazer tudo de novo. Mas posso estar enganada. Eu super recomendaria entrar em contato com uma boa consultoria de imigração e ver se eles podem ajudar ou sabem de outra forma para resolver o problema. Sinto muito não poder te dar boas notícias. Boa sorte!

  50. Oi Gi! Eu de novo!! Aproveitando o feriado para dar uma lida mais completa no seu blog rs. Seguinte, eu e meu namorado somos médicos e para conseguirmos nosso ECA tivemos que fazer o processo por uma empresa específica que é o Physicians Apply, que é ligada ao Conselho de Medicina canadense pelo que eu entendi. Não nos pedem nosso histórico escolar em nenhum momento, só o diploma. Já está tudo certo, a verificação do nosso diploma já foi feita e agora só estamos aguardando o ECA chegar por correio. Você acha que mesmo assim vamos ter que fazer o upload do nosso histórico traduzido no nosso perfil do EE? Ou isso é só para comprovar que você conseguiu o ECA por meios legítimos e portanto no nosso caso não deve precisar? Sei que é difícil você dar uma resposta para isso pois é um caso específico, mas estava querendo entender qual foi o objetivo do upload do histórico para averiguar se no nosso caso vai ser pedido também… E outra pergunta, é se também precisa colocar nossos anos de estudo no colégio na parte de Personal History, porque eu formei no ensino médio há menos de 10 anos. Obrigada pela milésima vez!

    • Laura, mesmo com ECA feito você precisa ADICIONAR TODOS OS DIPLOMAS HISTÓRICOS E REGISTROS EDUCACIONAIS! Tem inúmeros relatos no canadavisa forum de pessoas que tiveram o processo negado por que acreditavam que por já ter o ECA não precisava adicionar os diplomas e históricos E PRECISA SIM! Recomendo traduzir (juramentada) tudo e entregar de forma mais completa possível pra imigração canadense verificar. Sobre ensino médio: não é preciso adicionar, somente todos os dados do ensino superior. Abraços!

Deixe uma resposta para Ludmila Prates Cancelar resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui