Para o aplicante principal as cartas de comprovação de experiência de trabalho são extremamente importantes. No caso dos aplicantes principais que precisam da carta do empregador atual, isso pode criar uma certa tensão.

Meu caso foi assim. Eu estive/estou empregada na mesma empresa pelos últimos 8 anos e tinha que pedir a eles a carta! Vou contar aqui como foi a minha experiência pedindo a carta do empregador atual e vou fornecer também um modelo da carta que usamos para todos os empregadores, meus e do marido.

Devo pedir cartas de comprovação de experiência de trabalho de todos os lugares que eu já trabalhei?

Essa dúvida é a primeira que deve ser respondida. E a resposta é NÃO. Você não deve pegar cartas de comprovação de experiência de tudo quanto é lugar. Você deve pegar as cartas somente dos empregos relevantes para o NOC que você está comprovando no Express Entry.

Pra quem não sabe o NOC é a National Ocupational Classification. Essa classificação das funções é utilizada para dizer quais funções são do interesse do governo canadense no quesito imigração. Para saber se a sua ocupação está na lista dos NOCs válidos para imigração, clique aqui.

Para exemplificar o que queremos dizer, no caso do Han, pegamos somente cartas de 3 empregos dele: o atual e 2 anteriores. Decidimos fazer isso, primeiramente pois ele não era o aplicante principal, então o tempo de experiência de trabalho dele não conta pontos.

Porém é legal ter as cartas se o cônjuge trabalha a alguns anos na área dele, pois mostra sua disposição em dizer a verdade nos formulários e correr atrás da confirmação disso.



O segundo motivo pelo qual só pegamos essas 3 é que esses 3 empregos estavam mais relacionados ao NOC que selecionamos para ele. No caso foi o NOC 2174 – computer programmers and interactive media developers.

No meu caso, só pedi a carta ao meu empregador atual, pois eu já trabalho na empresa a mais de 8 anos. Isso tornava o tempo mais que suficiente para a minha comprovação de experiência de trabalho. O meu NOC é o 4021 – college and other vocational instructors – que engloba english language instructors.

Lembrando que o NOC não deve vir escrito em nenhuma das cartas. O CIC espera que seu empregador escreva a carta de comprovação de experiência de acordo com o que você realmente faz e não para se enquadrar em nenhum NOC. Por isso o NOC não deve constar nas cartas.

Quando pedir as cartas de comprovação de experiência de trabalho?

Em muitos e muitos lugares você encontrará conselhos para pedir as cartas de comprovação de experiência de trabalho o quanto antes. Eu aconselho isso para aqueles que tem muitas experiências de trabalho anteriores em locais que você não trabalha mais atualmente.

Considerando que esses trabalhos anteriores sejam relevantes para o seu NOC. Muitas vezes o chefe anterior pode demorar um pouco mais para realizar esse favor. Mas a dica que demos sobre a carta do banco se mantém. Se você chegar com o arquivo já pronto, não tem muito por que ele se recusar de fazer ali na hora.

No caso do marido, nem fisicamente ele foi para pedir. Ele entrou em contato por telefone, explicou a situação e pediu para que eles imprimissem a carta que ele ia mandar por e-mail no papel timbrado da empresa, assinassem e carimbassem.

E aí depois foi só ir buscar com eles. Ele fez a parte dele toda logo que criamos o perfil no Express Entry, por volta de agosto e setembro (nosso ITA foi em Outubro, pra quem não sabe vai na nossa Timeline e dá uma olhada).

As cartas de comprovação de experiência tem prazo de validade?

As cartas teoricamente não tem prazo de validade, mas costumam aconselhar nos fóruns que elas tenham menos de 1 ano para empregos anteriores. E no caso dos empregos atuais, que tenham menos de 3 meses.

Agora quanto tempo antes você vai pedir isso nas empresas, vai depender de vários fatores. Se você sabe que a empresa é mais demorada, comece a pedir e perturbar sobre isso antes. Se você sabe que é bem tranquilo e dá para você ir numa tarde e resolver isso fácil, não tem por que pedir muito antes de criar seu perfil no Express Entry.

Acredito que começar a pedir as cartas de comprovação de experiência quando você cria seu perfil é uma boa ideia. Outra exceção que talvez precisará de mais tempo é caso você tenha que pedir a pessoas/empresas de outros estados.

Nesse caso aconselho começar bem antes pois você provavelmente vai ter que pedir para isso ser enviado ou escaneado. Como enviar ou escanear dá mais trabalho a chance da pessoa/empresa enrolar é maior. Mas o seu bom senso e conhecimento de como é o ritmo da empresa devem te guiar sempre.

Dica para quem trabalha remotamente

A carta mais complexa de conseguir foi a do emprego atual pois o Han hoje trabalha remotamente. Como falamos aqui, essa situação empregatícia do Han rendeu até um pedido de documentos adicionais.

A parte complexa dessa carta foi por que o chefe da equipe dele não poderia assinar, somente o RH. E aí vem a sagacidade do meu marido, que já mandou um e-mail pro RH pedindo a carta e pedindo inclusive que eles explicassem a forma de trabalho dele.

Nós inocentemente acreditamos que somente essa carta do empregador seria suficiente, mas o CIC acabou pedindo documentos adicionais!!! Acreditamos que isso aconteceu pois colocamos o endereço fiscal da empresa (nos EUA) como o endereço desse emprego dele.

Então fica a dica, se você trabalha remotamente, coloque o endereço em que você realiza o seu trabalho e não o endereço fiscal da empresa.

Além disso, não custa nada já colocar essa situação bem detalhadinha na LOE – letter of explanation. Isso vai te poupar estresse depois, trust me!

E quando o emprego atual é o único que você precisa da carta?

boss
Como você acha que vai ser a sua conversa com seu chefe…

No meu caso, como já mencionei, eu precisava da carta do meu empregador atual. E aí vem o medo, se eu falo que estou em processo de imigração, vão me demitir? Vão reduzir minhas responsabilidades?

Como nunca se sabe, eu deixei o momento de ter essa conversa com a minha chefe somente depois de recebermos o ITA. A gente sempre acha que o chefe vai surtar né não?

Eu inclusive estava com receio de não conseguir que ela assinasse a carta. Por que? Porque quando você está pronto para pedir algo que é muito importante você sempre imagina as coisas mais absurdas.

Logicamente que foi bem mais tranquilo do que eu imaginei. A minha dica é manter a conversa bem simples e direta. Eu falei que existia uma possibilidade do marido e eu irmos para o Canadá.

Que estávamos sendo avaliados para o visto e que o governo pedia uma comprovação de que eu trabalho na área que eu declarei. Expliquei que pro governo canadense isso se resume a uma carta do meu chefe direto e que ela poderia receber uma ligação para confirmar os dados informados.

Expliquei que a análise do visto demora em média 6 meses e que poderia até ser mais. E re-afirmei meu compromisso de finalizar todas as minhas responsabilidades antes de ir, caso eu realmente consiga o visto.

Eu também pedi que ela não comentasse com ninguém, visto que nem falamos com a família ainda. Expliquei que não queria alarmar ninguém antes de ter certeza de que iríamos e ela foi super compreensiva.

Imagina se além da nossa ansiedade eu ainda tivesse que ficar respondendo toda semana pros colegas do trabalho se eu tive alguma notícia. Ia ser terrível.

Ela leu a carta que eu já tinha elaborado e corrigiu os dados da empresa que eu não sabia ao certo. Depois imprimiu no papel timbrado, assinou e carimbou.

E aí foi pura alegria! 

Quando você muda de função dentro do mesmo emprego, como proceder?

Esses dias recebi uma dúvida de um leitor pela nossa página no Facebook. A dúvida dele era exatamente sobre mudança de função! Afinal, como pedir as cartas já que seriam todas pro mesmo chefe?

No caso dele, ele havia mudado de função 2 vezes dentro da mesma empresa. Eu não passei por isso pessoalmente, mas nos grupos e fóruns que acompanho já vi muitos casos sobre isso. As pessoas no geral fazem uma das duas opções abaixo:

  1. Escrever uma carta de comprovação de experiência relatando todas as funções e as datas das mudanças/promoções da pessoa. E aí pedir ao chefe para assinar essa uma carta, porém na hora de fazer o upload dos documentos, o aplicante faz o upload dessa mesma carta em cada uma das funções. Também é uma boa ideia colocar na LOE (letter of explanation) a situação e explicar por que tem uma mesma carta para todas as funções.
  2. Fazer uma carta para cada função e pedir ao chefe para assinar cada uma delas. Assim você faz upload de cartas diferentes em cada função. Mas se o seu chefe tiver sido o mesmo durante todo o processo de promoções, isso pode dar uma sinalização para o governo canadense. Nesse caso também é bom ter uma LOE explicando que o seu chefe permaneceu apesar das suas promoções.

Fica ao seu critério como proceder, pois você sabe como o seu chefe é!

Modelo de carta em inglês

Como nossos chefes falam inglês, nós já fizemos a carta em inglês. Se o seu chefe não falar inglês, faça a carta em português. Depois será necessária a tradução juramentada dessa carta. É melhor fazer com a tradução pois já alerta o CIC que seu chefe só fala português.

Clique aqui para baixar a Declaracao-de-Trabalho_eng

Pessoal, se ficou alguma dúvida deixem um comentário. Nós vamos ter o maior prazer de ajudar e tentaremos responder de acordo com o nosso conhecimento. love-canada

Nós não somos agentes de imigração, nem consultoria imigratória. Se você acha que o seu caso é mais específico e precisa de ajuda especializada, procure alguém que seja consultor de imigração e tenha boa reputação no mercado.

Se o nosso post já te ajudou bastante, compartilhe! Aproveite e curta nossa página no face para se manter atualizado com os nossos novos posts!