Como será o desenrolar de um processo para Permanent Residency se você é autônomo? Como comprovar a renda de autônomo no Express Entry? Como juntar tudo em um PDF só? E demora?

Hoje temos o relato MEGA ULTRA especial do Samuel que vai responder essas perguntas! E com certeza vai te deixar on the edge of your seat. Eu fiquei aqui lendo sem conseguir parar de tão interessante e única que foi a história dele!

Express Entry? Não dá? Vai o mestrado mesmo!

Salve moçada! Hoje quero deixar o meu relato, de um psicólogo autônomo que FINALMENTE conseguiu o PR com a ajuda de alguns milagres!!! Mas vamos começar do começo.

Comecei a mexer com esse negócio de imigrar pro Canadá em 2014 quando tivemos nossa filha. Logo após o nascimento da nossa pequena, eu e minha esposa sentimos o baque de não termos onde cair morto se um de nós adoecêssemos. Eu como já disse era psicólogo autônomo e ela personal trainer, também autônoma.

No ano seguinte a essa experiência, em 2015, foi lançado o Express Entry! Porém, eu não teria pontos suficientes para ser chamado pois nunca havia estudado ou trabalhado no Canadá. Na época, em 2015 o ponto de corte estava por volta de 800 CRS POINTS!!!

Aquela vontade que dá quando você olha o draw e tá MUITO longe da sua pontuação! HAHAHA

Decidi então tentar fazer um mestrado no Canadá e depois aplicar no Express Entry. Achei o mestrado dos meus sonhos na Universidade de Waterloo que mistura tecnologia (minha paixão) com psicologia minha profissão. Corri para fazer o IELTS Academic, a equivalência dos diplomas e histórico escolar pelo WES.



Submeti tudo para a universidade, fiz uma entrevista e passei!!! Recebi minha Letter of Admission (LoA), e agora restava vender a nossa casa para ter o dinheiro para pagar o mestrado.

Conseguindo um ITA depois de desistir

Na época (2015, vocês lembram a tristeza?) o mercado imobiliário estava congelado. Ninguém vendia, ninguém comprava! Então nosso sonho de vender a casa e fazer o mestrado foi secando e enferrujando junto com a plaquinha de VENDE-SE no muro da casa.

O mundo rindo da nossa cara por tentar vender a casa naquele ponto…

Depois te ter desistido do sonho fazer o mestrado-mais-que-perfeito no Canadá, eis que surge um daqueles amigos salva-pátria. Sim! Um ano e meio depois de conseguir ser aprovado no mestrado (e ter que “desistir”), um amigo me disse um belo dia “Você viu como tem caído o ponto de corte do EE?” e eu disse, “não, nunca mais olhei”!

Quando fui ver estava por volta de 450 (no início de 2017 mais ou menos!). Decidimos então tentar de novo. Tive que fazer a prova do IELTS novamente pois já havia expirado (e agora precisava do IELTS General Training). Affff!!!

Submeti minhas notas do novo IELTS, os dados antigos do WES e aplicamos com 433 pontos. Isso foi em julho de 2017. No próximo draw, em 9 de agosto, chamaram candidatos com, PASMEM, 433 pontos pra cima [MILAGRE 1]. Recebemos o ITA e foi uma corrida frenética por arrumar e traduzir o resto da documentação.

Traduzindo documentos e a saga da casa

Veja bem, eu disse resto, pois já havia traduzido a parte da documentação referente à minha educação e a da minha esposa. E lógico já havíamos feito a equivalência na WES. Porém este resto parecia ter se tornado interminável!

Isso por que, como disse antes, eu sou autônomo. E sendo eu autônomo tive que juntar todos contratos que tinha com empresas dos últimos 5 anos. Foi muito dinheiro em tradução. Detalhe importante, a casa ainda não havia sido vendida. A placa de VENDE-SE estava pendurada pelo um único prego guerreiro, e balançando com o vento tipo filme de terror.

A nossa ideia era fazer tudo que podíamos e esperar por mais milagres. Leia-se a venda da casa. Assim foi feito, e em setembro de 2017, os primeiros interessados, depois de 2 anos que colocamos a casa à venda, apareceram [MILAGRE 2]. Sim, somente UM MÊS após recebermos nosso ITA!

Eles tem uma filhinha que na época tinha 2 anos e se apaixonaram pelo quarto da minha filha. Por isso decidiram ficar com a casa! Seria financiada pela Caixa. Pensamos “puts, vai enrolar muito”, mas foi até rápido. Se tivesse demorado 1 dia a mais a sair o empréstimo, eles não teriam assinado contrato pois a Caixa mudou o regime, aumentando a porcentagem de financiamento de casas usadas [MILAGRE 3]. Mas no fim, deu certo. A casa foi vendida!

Preparando a documentação

Vocês sabem que são necessários alguns documentos para a venda de um imóvel. Além disso, tinha que comprovar meus recebimentos como autônomo dos últimos 5 anos. Pois bem. Eu fui compilando todos os contratos de compra e venda juntamente com as traduções dos mesmos.  Depois juntei os holerites de uma empresa que trabalhei a 3 anos atrás.

Estava com o documento pronto e fui fazer o upload dos documentos e me deparei com um PDF de 37mb que tinha que ser reduzido para 4mb! Gente, eu passei por 4 softwares de compactação! Sem contar os diversos sites que eu achei no desespero. No final disso tudo, deu 16mb! Lógico que eu tô rindo agora, mas na hora foi desesperador! Tive que tirar vários contratos e colocar uma carta de explicação (LOE) do que ocorreu.

Lembra que eu falei que amo tecnologia? Pois é, esse dia cheguei a conclusão que um leigo apanharia muito com essa questão do PDF! Mas daí lembrei que a maioria das pessoas que aplicam devem ter poucos empregadores para comprovar a experiência profissional. Mas enfim, tínhamos até dia 9 de novembro para submeter e no dia 3 eu submeti tudo.

Paciência tem limites

Quando estimamos quanto tempo demoraria para a aprovação do nosso processo, cometemos um grande equívoco! Tomamos por padrão o tempo de espera do Casal Nerd no Canadá, pois eles submeteram os documentos mais ou menos na mesma época que nós, só que no ano anterior em 2016.

Portanto, presumimos que por volta de fevereiro ou março de 2018 também obteríamos a resposta. Mas não foi bem assim. O painel parece que havia dado um pane, pois NADA, repito NADA mudava! A ÚNICA, repito ÚNICA coisa que mudou o status foi que passamos nos MEDICAL EXAMS.

Foram 6 meses desesperadores pois ficamos completamente no escuro. Dado 4 meses de espera, pedimos o GCMS notes. Eles pedem 30 dias, mas não chegou nada em 30 dias! Com 31 dias, pedimos o rastreamento, e 3 horas depois enviaram o GCMS.

GCMS Notes

Ao ler todas as 170 páginas do GCMS Notes, pude ver que algumas das anotações dos VOs (visa officers, I think) pularam algumas informações que enviei nas primeiras checagens. Isso parece ser normal pois eles no início estão olhando somente se os documentos foram enviados.

Lógico que eles questionaram a grande soma de dinheiro que havia entrado em minha conta. Por isso que o pessoal aqui do Casal Nerd no Canadá fez a comprovação com os contratos e cartas e eu segui o exemplo deles. E mesmo eu tendo enviado o contrato de compra e venda, e uma carta de esclarecimento, eles ainda acharam estranho.

Um dos VOs fez uma anotação que os holerites que submeti são aqueles comuns que podem ser comprados em qualquer papelaria! Pode até ser que a empresa comprava na papelaria, mas era o que eu recebia da empresa FOR CRYING OUT LOUD! Aí eles tentaram fazer uma contagem dos meses vigentes em meus contratos para verificar, mesmo eu explicando a questão de não não ter tudo pois não cabia em 4mb!

No final de algumas anotações foi sugerida uma entrevista. Eu obviamente fiquei nervoso pra caramba lendo os GCMS notes. Sabemos que eles estão fazendo o trabalho deles, seguindo as regras do governo e é importante que eles chequem tudo em detalhes, mas mesmo assim a gente fica nervoso!

Afinal, mesmo com as LETTERS OF EXPLANATION, que fiz de forma muito organizada, seguindo as dicas aqui do blog, com índices e cartas de explicação, não foi suficiente para diminuir a desconfiança deles. Então só restava esperar para ver se a tal entrevista iria acontecer.

O e-mail de alívio

Passaram 6 meses e nada mudava. Um dia depois de completarmos 6 meses de espera, no dia 4 de maio de 2018, enviei um e-mail perguntando sobre o atraso. Eles responderam uma semana depois dizendo que nosso processo ainda estava sendo analisado e que não havia nada que eu poderia fazer neste momento. Ah, e lógico, que eles lamentavam muito pelo atraso. #educacaocanadense

Estilo Joey! HAHHA So sorry! HAHAH

E toma mais espera! Somente 8 meses depois de enviarmos nossos documentos, no dia 5 de julho, chegou um e-mail me convocando para uma entrevista na embaixada Canadense em Sampa. No momento foi muito “relieving”, pois finalmente algo havia acontecido! Tudo que eu queria era um tete-a-tete para poder me explicar. Eu sabia que eu havia sido honesto então a entrevista era uma excelente notícia para mim!

Pediram para eu levar uma lista de meus clientes, meu imposto de renda de 2015, 2016 e 2017 e quaisquer documentos que ajudariam na comprovação da minha experiência profissional. Lógico que eu levei isso e mais um pouco até!

Até certificados de palestras que havia dado em faculdades eu levei. Levei também a minha CRP, todos os meus contratos, testes psicológicos que aplico e etc. Até a Letter of Admission do Mestrado da Waterloo University eu levei. Queria ter o MÁXIMO de documentos possível para eles não terem como desconfiar dessa vez.

Embora o e-mail falava que essa era só mais uma etapa do processo, e que eu não deveria tomar nenhuma decisão ou vender minhas posses, eu decidi levar também os nossos passaportes porque vai que eles dizem: “ok era só isso, cadê os passaportes para a gente carimbar?” (minha esposa brigou comigo por estar gerando expectativas, mas eu levei mesmo assim porque eu que mando! (espero que ela não leia este post)).

A entrevista

A entrevista foi super de boa, e durou mais ou menos 1 hora. A pessoa que realizou a entrevista se chamava Elizabeth. Ela foi muito cordial e eu respondi tudo de acordo com o desejado. Ela perguntou também sobre a soma de dinheiro suspeito em minha conta, e mostrei pra ela na declaração de imposto de renda a venda da casa.

No final ela disse “Ok everything is very satisfactory. Did you happen to bring your passports?” CHUPAAAAA!!! (gritei por dentro) [MILAGRE 4]. Ela disse que o processo havia findado e que em breve receberíamos os passaportes em casa.

Segurei muito para gritar só no quarto do hotel, pois o elevador tinha câmera, o motorista do Uber ia pensar que eu era doido, o pessoal do saguão do hotel iria me colocar pra fora, mas quando fechei a porta do quarto foram muitos berros! #deusébom #miraclesdohappen #fésempre #partiucanadá

Passaportes em mãos

No dia 08 de Agosto de 2018 FINALMENTE chegaram os passaportes aqui em casa. E isso 20 minutos antes dos correios da minha cidade dedicir entrar de greve [MILAGRE 5].  Tudo certinho e aquela sensação maravilhosa de alívio! Agora lógico que começam os processos de mudança e preparar as malas.

Relato do Samuel

Esse relato foi escrito pelo Samuel (esse da foto aqui do lado!) e nos confiado para postar e divulgar para ajudar futuros imigrantes.

Não temos palavras para agradecer ao Samuel a confiança! MUITO OBRIGADA! Nós amamos os relatos e as mensagens que a gente recebe! É lindo demais! E se você quiser contribuir para enriquecer a internet junto com a gente, entre em contato!

Se você está fazendo seu processo, ou acabou de completá-lo, seja de imigração ou de work+study, e quer compartilhar com a comunidade brasileira, por favor entre em contato mandando uma mensagem no  nosso facebook ou no instagram.