Escolhendo uma cidade para viver no Canadá

Canadá oclinhosUma grande decisão na vida do imigrante é a escolha da cidade para morar. E com toda a razão. Afinal, ela pode influenciar drasticamente sua experiência no Canadá.

A gente cansa de ouvir casos de brasileiros que cortaram um dobrado, muitos por falta de planejamento nesse quesito. Hoje a gente traz alguns pontos para ter em mente na hora de decidir onde será seu futuro lar.

Já viu o Casal Nerd falando sobre os dois anos deles morando em Vancouver? Confere aqui:

1 – Custo de vida da cidade

Afinal, nosso suado dinheirinho não dá em árvore. Além disso, ninguém quer correr o risco de gastar mais que o planejado e passar perrengue em outro país. #batenamadeira3x

Dinheiro pela janela
Fazendo câmbio de real para CAD feels like

Por isso, saber que o custo de vida pode variar bastante de uma cidade para outra é importante. Alguns dos valores que podem ter muita diferença são aluguel, transporte e alimentação.

Um site interessante para fazer essa comparação é o Numbeo. Aproveite também para conversar com brasileiros que já moram em cada cidade de interesse. Eles podem trazer uma perspectiva super valiosa para a sua pesquisa.


Para quem tem filhos pequenos, outro fator a considerar é o custo de creche. A educação básica só é gratuita no Canadá para quem se encaixa nas regras de cada província. Mesmo assim, apenas quando a criança atinge idade escolar (entre 5 e 7 anos). Ou seja, caso um dos pais não esteja disposto a ficar em casa, o childcare tem que entrar no orçamento.

Pensa em comprar uma casa própria no curto prazo? Então pesquise também os valores de imóveis para ver se é algo que cabe no seu bolso.

Cidade barata x cara

Toronto e Vancouver, por exemplo, são cidades consideradas caras. Se você estiver com o orçamento apertado, que tal pesquisar opções mais em conta? Recomeçar a vida sem tanta pressão financeira pode ser uma vantagem.

Se a sua escolha for mesmo por uma cidade com alto custo de vida, tudo bem também. Pesquise bastante e exercite sua criatividade. Afinal, pode haver bairros ou mesmo cidades próximas com valores de aluguel melhores.

Ou pode ser que você precise fazer ajustes nos seus planos iniciais. Talvez na cidade X, o mesmo valor que pagaria uma casa na cidade Y só dê para  um bachelor. Mas é tudo uma questão de escolhas, né? Aliás, se você quer saber mais sobre os tipos de imóveis no Canadá, clica aqui.

2 – Mercado de trabalho

Rachel FriendsDe nada adianta morar em uma cidade com o custo de vida super em conta se você não consegue emprego. Em alguns locais, mesmo os chamados entry-level jobs são difíceis de achar. Esses são os empregos que exigem pouca experiência profissional e costumam pagar salário mínimo, podendo ser part-time ou full-time.

Aliás, o salário mínimo de cada província também varia, assim como os impostos que você vai pagar. Algumas páginas, como essa aqui, ajudam você a calcular seu salário líquido.

Se você estiver buscando oportunidades em uma área específica, esse ponto é mais importante ainda. Isso porque alguns locais têm muito mais oportunidades do que outros a depender do seu campo profissional.

A área de TI costuma ser privilegiada e ter vagas por todo o país. #sortudos

Se você trabalha com cinema, no entanto, Montréal e Vancouver são os dois principais polos.

Para empregos na área financeira e automobilística, cidades em Ontario são a pedida. Se você planeja trabalhar com agricultura, pode ser uma boa focar nas províncias de Alberta e Manitoba. Olhe com carinho para Alberta também se seu objetivo é trabalhar com petróleo. Já British Columbia tem um bom mercado para pesca, mineração e área florestal.

Mas nada disso quer dizer que você não vai encontrar trabalho em outro lugar, viu? Só que suas chances podem ser maiores em certas regiões. O resto é confiar no seu taco e estar no lugar certo na hora certa.

3 – Idioma

Oui French
Vive la langue française !

Como a gente contou aqui, o francês está espalhado pelo Canadá, mas se concentra principalmente na província do Québec. Nas demais regiões, o inglês é o idioma predominante.

Por isso, se você for morar em uma cidade no Québec, deve já falar ou estar disposto a aprender francês. O mesmo se aplica ao inglês para o restante do país.

Além disso, se seu objetivo é melhorar sua fluência, é possível que algumas cidades ofereçam mais recursos para ajudar você. Por exemplo, cursos de idiomas, mais interação social ou grupos de conversação.

Quer oferecer mais contato com a língua francesa às crianças? Procure saber se há opções de programas de extensão ou imersão. Há também escolas em que a primeira língua é o francês, aumentando ainda mais a exposição do aluno ao idioma.

4 – Afinidade

Dance party
O importante é se divertir

Esse é um quesito essencial a ser considerado, apesar de frequentemente deixado de lado. Uma grande parcela da nossa identificação com uma cidade tem mais a ver com feeling que com fatores objetivos.

Sim, a gente só descobre se se sente em casa em uma cidade depois de estar nela. Mesmo assim, existem alguns fatores que a gente já sabe de cara se dão match ou não.

Clima

Na maior parte do Canadá, você vai conviver com frio intenso e neve durante boa parte do ano. Se isso é algo impensável para você, vale dar uma olhada nas cidades de British Columbia. Porém, se você prefere neve a chuva e tempo nublado, B.C. pode não ser a melhor opção. Mesmo com frio, algumas cidades são muito mais ensolaradas do que outras. Isso tudo pode fazer uma grande diferença no seu bem estar. Uma boa fonte para brincar com as comparações é esse site aqui.

Opções de lazer na cidade

Você curte vida noturna ou prefere ficar em casa? Adora museus, shows e centros culturais? Ama conhecer restaurantes novos? Ou seu sonho é viver no meio da natureza, com várias atividades ao ar livre? E as opções de passeios para crianças?

Cada cidade tem seu perfil e é importante escolher uma que tenha a ver com você. No dia a dia, essas opções vão ser suas válvulas de escape e tornar sua vida mais prazerosa.

Voos para o Brasil

Alguns aeroportos têm mais disponibilidade de voos para o Brasil ou estão mais próximos a cidades de ondem eles saem. Além da duração da viagem, o custo do deslocamento é outra questão que pode pesar na sua decisão. Se você planeja viajar com frequência ou receber visitantes, vale fazer simulações em sites como Skyscanner e Google Flights.

Restrições para pets

Como contamos aqui, cada cidade tem suas regras em relação a animais de estimação. A maioria das cidades, por exemplo, tem limites para animais por residência. Então se você tem mais de um pet e planeja trazer todo mundo, isso pode ser determinante.

Algumas prefeituras também restringem determinadas raças de cachorros, como pit bull. Se algo nesse tópico acendeu um alerta para você, pesquise as regras das cidades e províncias na sua lista.

Comunidade brasileira

Ter contato com outros brasileiros é algo importante para você? Caso seja, vale buscar grupos nas redes sociais e fazer contato com nossos conterrâneos em cada cidade pesquisada. Algumas têm comunidades super unidas, com eventos e mais oportunidades de fazer amigos brazucas.

5 – Educação

Guinea pig
“Quer dizer que eu posso estudar aqui?”

Para quem tem filhos, é possível que encontrar boas escolas seja uma prioridade. Se esse for o seu caso, dê uma olhada no ranking das instituições de cada cidade.

Lembre também que geralmente é exigido que a criança viva perto da escola que frequenta. Ou seja, se você pretende morar em uma região e mandar os filhotes pra escola em outra, dificilmente vai rolar.

Os colleges e as universidades locais também podem pesar na sua escolha. Se você for da área acadêmica ou estiver planejando estudar, descubra quais são as instituições disponíveis. Além disso, algumas podem oferecer mais possibilidade de bolsa, custos diferentes e variação em relação a prestígio.

Chewbacca Canada
Que a Força esteja com você, eh?

Definir em qual cidade você vai morar deve ser uma escolha consciente. Por isso, considere suas prioridades, invista um tempinho na pesquisa e venha de coração aberto.

Se mesmo assim você sentir que outra escolha poderia ser melhor, sempre tem a chance de se mudar novamente. O Canadá é um país incrível e diverso, cheio de oportunidades pra gente explorar.

Acha que faltou alguma coisa na lista? Conta aqui nos comentários!


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui