Uma das características mais famosas do Canadá é o frio. E com razão: se você não vive em Vancouver ou nas outras cidades de clima ameno em British Columbia, é bem provável que conviva por quase metade do ano com temperaturas (bem) abaixo de zero, principalmente durante o inverno no Canadá.

Quem já leu mais do blog, sabe bem que o casal nerd veio pra Vancouver exatamente por causa desse frio intenso em outras áreas. Então hoje vamos falar do que você precisa para sobreviver esse frio intenso?

Mas quanto frio faz?

Pra se ter uma ideia, apesar de a temperatura mais baixa da história do país até hoje ter sido os -63ºC registrados em 1947 na vila de Snag, em Yukon, é supercomum pegar dias em que os termômetros estão por volta dos 30 graus negativos (às vezes, com sensação térmica de ainda menos) em cidades como Toronto, Ottawa, Calgary, Montreal e Winnipeg.

Mas calma. Além das temperaturas variarem bastante de um dia para o outro, o outono e a primavera costumam ser bem mais agradáveis, enquanto no verão o calor às vezes é tanto que a gente quase se sente numa praia carioca.

Abaixo, você vê as temperaturas médias nos meses de inverno em alguns dos destinos mais buscados pelos brasileiros no Canadá (pra outras cidades, confira aqui).

temperaturas médias no inverno no Canadá
Cê jura que faz frio no Canadá? JURO! E tem gente que duvida mesmo sendo óbvio!

Mas as pessoas vão pra rua mesmo no frio?

Por incrível que pareça, a vida segue normalmente durante o inverno no Canadá. A não ser que haja previsão de nevasca intensa, as crianças continuam indo pra escola (e até brincando ao ar livre), o pessoal vai pro ponto de ônibus esperar o transporte pro trabalho e as lojas abrem como de costume.


Como todos os locais fechados contam com aquecimento, não é preciso se preocupar muito com o que usar em casa e os dias viram uma sequência interminável de “bota o casaco/tira o casaco” #MrMiyagi. Em muitos lugares, também há passagens subterrâneas, passarelas (skywalks) e pontos de ônibus aquecidos.

Uma outra curiosidade é que, não importa a temperatura lá fora, nos locais de trabalho todo mundo continua se vestindo casualmente. Isso porque os casacos pesados ficam nos cabideiros e muitos deixam sapatos mais leves (como sapatilhas e sapatos sociais) no escritório, pra trocar quando começa o expediente.

Ar livre? SIM, OBRIGADA!

Um traço interessante da cultura canadense é o apreço pelas atividades ao ar livre, o ano inteiro. Durante o inverno no Canadá, é hora de esquiar, fazer snowboard, patinar, ir a festivais com esculturas de gelo e maple taffy (uma espécie de pirulito feito na neve com a seiva das folhas de maple), acampar e aproveitar o tempo livre em frente à lareira de uma cabana.

Além dos pneus de inverno – que aderem melhor ao asfalto escorregadio por causa da neve e do gelo -, você precisa se equipar bem não só pra não passar frio, mas também pra não se expor ao temido frostbite, que é quando a exposição de partes do corpo (principalmente extremidades, como orelhas, dedos e nariz) ao frio intenso causa dormência, vermelhidão, dor e até danos que podem levar à perda da área afetada. Resumindo: m-e-d-o.

Comprar roupa no Brasil ou no Canadá? O dilema

jogando dolares
Tá cheio dos dollar para gastar? Acho que não né?

Se você vem do Brasil, o ideal é trazer só o básico antes da viagem para o primeiro dia (a Decathlon tem boas opções) e deixar o restante pra quando você chegar em solo canadense, pois a variedade de valores e opções é infinitamente maior. Como aqui roupa de frio é mais necessidade do que luxo, até redes de supermercados como Walmart e Costco e brechós (chamados aqui de thrift stores) oferecem boas alternativas com preços camaradas.

Outro erro comum é se deixar levar pelo medo de passar frio e gastar rios de dinheiro comprando de cara uma penca de roupas, botas e acessórios pra só depois descobrir que não precisava de tudo aquilo ou que uma outra opção funcionaria melhor. Por isso, a dica é comprar apenas o essencial para o primeiro inverno no Canadá e depois reavaliar, já sabendo o que deu certo e o que dava pra ser melhor.

Camadas são a solução

Camadas de roupa
Você fica se sentindo o Joey mesmo! HAHAHA

Eu adoro quando alguém diz que no frio a gente fica mais chique. #nope! Isso porque aqui a prioridade é se manter aquecido mesmo em condições extremas. Isso faz com que muitas vezes a gente se olhe no espelho e veja o próprio bonequinho da Michelin.

Tendo dito isso, também dá pra preservar um tiquinho de estilo durante o inverno no Canadá! Mas com o bem estar em primeiro lugar.

A regra de ouro pra ficar quentinho é se vestir em camadas, ou layers. Dependendo da temperatura, você pode aumentar ou reduzir o número de sobreposições, mas pra evitar perrengue é sempre importante conferir a previsão do tempo antes de sair de casa, lembrando que fatores como umidade e vento podem interferir na sensação térmica.

Checklist para o inverno no Canadá

Pra deixar você pronto pra enfrentar o frio, preparamos uma lista com tudo aquilo que não pode faltar no seu arsenal de inverno.

Segunda pele

A primeira camada, chamada base layer, costuma ser fina e ficar rente à pele pra manter o calor do corpo. Existem no mercado algumas opções com bom custo-benefício de roupas térmicas em tecidos que aquecem sem criar muito volume ou fazer suar, como as da Uniqlo (coleção Heattech) e da Under Armour (coleção ColdGear). Blusas finas de manga comprida e leggings também cumprem bem a função. A Ardene, inclusive, vende leggings forradas com pelinho que podem ser usadas sozinhas até uns -10ºC ou por baixo de outra calça quando esfria além disso;

Suéter

camadas e sueters
Camadas e com muitos suéters!

A segunda camada costuma vir com blusas ousuéteres de materiais como lã ou flanela. Somado a uma calça de tecido sintético. Jeans não é uma boa opção porque gela rápido, mas também dá pra usar. Peças em lã merino, que vem de uma raça especial de ovelhas, são bastante valorizadas aqui por serem finas e quentinhas ao mesmo tempo. Muita gente também curte usar um colete por cima do suéter pra dar um plus, além de ser fácil de tirar caso você perceba que exagerou. Lojas como Old Navy, H&M e Simons são boas pedidas;

Casaco

A terceira e última camada merece atenção especial!!! Afinal, ela que vai trazer a maior proteção contra a neve e o vento. Por isso, é essencial escolher um casaco que seja à prova d’água (waterproof) e de vento (windproof)! Sem falar do comprimento: tem que cubrir até pelo menos o bumbum! Ah, e tem que ter capuz! De preferência removível, pra facilitar a lavagem na máquina.

Se você vai pra uma cidade com temperaturas mais baixas, procure pela etiqueta informando a temperatura que o casaco suporta. Nesses casos, o ideal é buscar um que segure pelo menos -35ºC.

Não se preocupe em comprar vários casacos para o seu primeiro inverno no Canadá. Muitas pessoas usam o mesmo durante toda a estação. Sim! Eles fazem uma higienização básica com esponja, água e sabão pra remover manchas ou odores. E deixam pra lavá-lo de fato só quando a primavera chega. Boas opções podem ser encontradas na Columbia, The North Face, Uniqlo, Zara e na multimarcas Hudson’s Bay.

Bota

Bota
Uma das favoritas dos imigrantes: Timberland.

Outro item essencial para o inverno no Canadá é um bom par de botas de neve! Tem que ser à prova d’água (waterproof), aquecida (insulated) e antiderrapante (anti-slip), pra evitar tombos no gelo! Especialmente depois de freezing rain. Aquele tipo de chuva que deixa as ruas super escorregadias.

Também é importante descobrir a temperatura até a qual as botas suportam. Novamente, pra quem vai pra cidades mais frias, o ideal é buscar um par que vá até pelo menos -32ºC.

Avalie ainda a altura do cano da bota. Os locais por onde você vai andar com mais frequência acumulam muita neve? Invista num par de cano curto pode acabar deixando você de canela molhada.

Por último, lembre de dar uma olhada no solado pra evitar os escorregões! Também avalie o peso da bota. Se você vai andar muito a pé, vale procurar um modelo mais leve e confortável. Marcas como Cougar, Sorel, Columbia, Timberland e UGG costumam ser uma boa escolha.

Caso você sinta frio nos pés com meias comuns, vale ainda investir em alternativas térmicas ou de lã merino. Tipo as da Mountain Warehouse e da Smartwool. A neve acumulada no solado das botas vai derreter em locais aquecidos, ok? Então já compre logo uma bandeja de plástico (boot tray) pra deixar perto da porta de casa e pôr as botas assim que entrar! Senão o resultado é lama pra todo lado. Ah, e se a etiqueta canadense indica que os convidados sempre fiquem descalços ao chegar na casa de alguém, a indicação é reforçada no inverno por motivos de: casa limpa e amizades mantidas;

Acessórios

gorro
Let’s get yourselves a Touque? Or a beanie? 😉

É no terreno dos acessórios que os canadenses costumam brincar mais! Além de serem geralmente bem mais baratos do que os itens anteriores, mesmo opções mais simples já costumam dar conta do recado. Pra proteger as orelhas, o gorro (aqui chamado de toque ou beanie) é a opção mais popular. Também existem as earmuffs e headbands. Elas são legais especialmente pra quem não quer ficar com o cabelo muito bagunçado. #girlpower

Se o frio é tanto que até as bochechas estão dormentes, a balaclava (touca que cobre o rosto inteiro e deixa só os olhos de fora) pode ser a melhor opção. Só não esqueça: nada de sair com o cabelo molhado, senão ele congela e quebra MESMO. 

No Brasil, a gente costuma achar que os únicos tipos de luvas que existem são aquelas de dedinhos, mas aqui a gente descobre que as mittens (luvas em que todos os dedos ficam juntos, com exceção do polegar) são muito mais eficientes pra aquecer as mãos.

E nem precisa ser nada caro não, viu? As de tricô da Dollarama já dão conta do recado superbem. Pra proteção turbo, eles vendem também opções sintéticas com material à prova de vento.

cachecol minions
Garanta o seu! #minions

Finalmente, o cachecol ajuda a esquentar o pescoço e impedir que o frio entre pela gola do casaco. Os que aquecem mais são os do tipo blanket scarf. Eles dão várias voltas e podem ser usados de diferentes maneiras. Também é importante ficar de olho na trama do material. Afinal furos muito grandes vão deixar o vento passar com mais facilidade. O Walmart, a Ardene e a Simons têm muita opção de acessórios.

Últimas dicas

proteção contra o frio
Bundle up! Imagens reais de pais brasileiros protegendo os filhos no Canadá. HAHAHAHA

Ah, pra todos os artigos da lista, vale sempre dar uma olhada nas lojas multimarcas MEC e Sport Check. Elas oferecem uma boa variedade de artigos de inverno. E na Amazon, que também costuma ter preços bem competitivos.

As temperaturas extremas do inverno no Canadá podem assustar à primeira vista, mas é só usar os itens certos que você consegue não só sobreviver, mas também curtir essa estação. Como dizem os canadenses, bundle up!


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui