Agora chegou o post que responde o que todos querem saber: como vocês fizeram as malas? Realmente fazer as malas parece um tarefa sem fim. Mas no fim conseguimos terminar.

Hoje vamos contar para vocês em detalhes como fizemos as nossas malinhas (ou seriam malonas?).

Malas ou caixas?

Bem, a primeira coisa que você tem que decidir antes mesmo de começar a fazer as malas é que objeto vai usar para carregar as coisas. Muita gente mesmo leva caixas. Afinal é uma mudança né gente? Não é só roupa e alguns poucos itens comprados em viagem.

A gente já possuia duas malas bem grandinhas que usávamos para viagens intenacionais (uma minha e uma do Han). Então decidimos ficar no meio a meio. Estamos levando 2 malas e 2 caixas com as nossas coisinhas.

As caixas, os materiais para as caixas e para embalar as malas e caixas nós compramos na Kalunga. O custo foi o seguinte:

2 Caixas de papelão Kalunga  58X38X61 R$    41,20
Plástico bolha R$    18,00
Filme Stretch  R$    44,90
Lacre R$    16,70
Papel Impermeável R$    24,50
Fita adesiva para lacrar caixa/mala R$    11,00
Total R$  156,30

Se você for comprar caixas procure saber o limite de tamanho dos itens despachados para a companhia aérea que você irá viajar. No nosso caso pode ser despachado qualquer item que as dimensões somadas sejam até 157 cm.



Somado as malas e caixas, para ganhar espaço para coisas como documentos e eletrônicos, estamos levando uma mala de bordo cada um e uma mochila cada um.

Isso foi bem legal pra gente pois algumas coisas como álbums de fotos e documentos essenciais não podem/devem ir despachados. O risco de perder essas coisas seria muito grande e não queremos arriscar.

Fazendo as malas

Após decidido se levarão malas ou caixas, vem a hora de fazê-las! E gente na boa ficamos facilmente um mês fazendo as malas. Juro!

Não é tão simples quanto colocar as roupas na malas que você vai usar por 15 dias ou um mês. É separar o joio do trigo. O que está bom do que está mais ou menos e pode ser deixado para trás.

Isso tá bom? E isso fica? E isso vai? Por que que eu tenho tanta roupa?!

As roupas, acreditem se quiserem, foram a parte mais fácil. A gente sabe quando algo está ruim, ou meio velhinho. E sabemos também as roupas que a gente usa e que a gente não usa quase nunca.

Outra coisa que ajuda as roupas a serem uma parte mais rápida é que elas estão todas no mesmo lugar: o armário. Agora o TENSO são as coisinhas. Tudo quando é lugar tem coisinhas. Algumas muito utéis, outras inúteis e outras de valor sentimental.

As caixas que tinham coisas mais variadas foram muito mais difíceis de montar que as malas. No início quase nada estava passando o nosso crivo. Porém começamos a reparar que se ficassemos muito criteriosos não íamos aproveitar as passagens com 2 bagagens de 32 kgs que nós conseguimos comprar antes de mudarem as regras! \o/

Então tudo que estávamos pensando em levar depois, ou em alguém levar para gente depois, entrou na caixa. E aí demorou um bocado a mais pois nós reprogramamos o que havíamos planejado levar e deixar.

Nas caixas tem muita coisa que tem valor sentimental para nós ou coisas que pelo que eu vi de custo vale a pena levar daqui. Isso por que o preço que eu conseguiria vender aqui VS a cotação e o preço de compra do item lá, a gente iria sair no prejuízo sabe?

Vac Bags e a mágica do espaço

Uma coisa que ajudou MUITO foram as Vac bags. As nossas malas de viagem de repente ficaram enormes com as vac bags. É realmente impressionante como elas reduzem MUITO o volume das roupas e de repente sobra espaço na mala!

Para quem não conhece as Vac Bags são essas aqui:

Vac Bags lindas <3

Elas são comercializadas pela Ordene, tem de vários tamanhos. Tudo que você vai precisar para usá-las é um aspirador de pó desses mais comuns.

Nós compramos as nossas 10 vac bags no mercado livre. Só compramos do tamanho médio. Achamos o médio um tamanho excelente para caber na mala e na caixa. Se você comprar muito maior acredito que vai ficar ruim de encaixar elas na mala. #ficaadica

Outra coisa a se saber é que não é tão boa ideia colocar a mala inteira em Vac Bags… O vac bag ficam bem durinho e fica muito deformado com algumas voltas e tal. Então se você colocar só as vac bags na mala, acaba perdendo espaço que caberiam outras roupas.

A gente fez o seguinte: uma camada de roupa, aí uma ou duas vac bags, aí outra camada de roupa, aí mais uma de vac bags. E aí meio que acabou a mala… hehehe. Por isso acabamos só usando 7 vac bags no total.

O negócio é lembrar que sobra espaço mas que no quesito peso aquele volume continua tendo o mesmo peso. Ou seja, a mala ainda não encheu, mas se você pesar, ela já encheu SIM. Isso foi uma coisa complicada de aceitar. #aceitaquedoimenos

Embalando tudo

Nós usamos MUITO papel impermeável, que é tipo um papel cenário marrom, e uma boa quantidade de plástico bolha nos itens que foram nas caixas.

Tentamos o máximo possível embalar itens juntos para que o mínimo de coisas pequenas ficassem soltas e balançando dentro da caixa. Alguns itens foram embalados juntos com papel impermeável e depois ainda ganharam uma camada de plástico bolha. Mas isso só para os itens especiais mesmo.

Para a maioria dos itens usamos mesmo o papel impermeável para juntá-los. Aconselhamos muito a compra de algo parecido/igual para facilitar embalar os itens da sua casa. #ficaadica2

Depois de terminarmos as malas nós usaremos os lacres com números para fechar as malas, assim se a TSA resolver abrir as malas nos EUA não vamos perder cadeados – que eles normalmente estouram. E vamos levar alguns lacres nas mochilas caso seja necessário fechar as malas novamente.

Também vamos embalar as malas e as caixas com o filme strech. Filme strech é a dica mor para desistimular a abertura da sua mala. Dá tanto trabalho abrir aquilo que eles só vão abrir se estiver MUITO desconfiados de algo. Além disso ajuda a garantir que se chover ou algo do tipo as malas, as caixas e os itens dentro delas vão estar protegidos.

É horrível fazer as malas?

Não vamos te enganar. Demora, MUITO! Sempre que a gente achava que estava acabando, abríamos outro armário/ gaveteiro e tinha mais coisa para decidir se ia ou se ficava. Chega um ponto que você não quer levar mais nada, sendo bem sincera.

Você pensa: “PRA QUE QUE EU TENHO TANTA COISA CARAMBA?!” Mas depois passa quando você acha algum item queridinho do coração que você sabe que não pode deixar para trás.  <3

Estamos a poucos dias de partir e ainda temos coisas para colocar nas caixas, para tirar da mala e re-arrumar por que ficou muito pesado. E pra ser sincera eu acho que essa parada de terminar as malas só acontece no dia de ir embora. hehehe

Como esse texto está sendo escrito antes de nós realmente terminarmos, não posso contar para vocês as loucuras dos últimos instantes, mas eu espero que sejam loucuras pequenas.

Aproveitamos para já deixar um mea culpa aqui e confessar que provavelmente vamos ficar umas boas 2 a 3 semanas sem postar depois desse post.

Não chora!!! A gente já tá voltando! Prometo!

A chegada é muito cheia de emoções e a falta de um computador será grande. Além disso a agonia de não ter teto também! Então queremos pedir que vocês não se esqueçam de nós por que depois desse hiato voltaremos cheios de novidades, textos muito úteis e histórias provavelmente engraçadas.

O face e o insta com certeza serão mais atualizados nesse período. Não vamos sumir de tudo não, viu só?! Então se você ainda não segue a gente, procura lá no face e no insta: casal nerd no canadá. Siga e saiba o passo a passo da nossa aventura praticamente ao vivo.