TOEFL X IELTS? O que é mais fácil? cover

Na hora de escolher uma prova de proficiência, se você tem opções, sempre surge a dúvida: TOEFL ou IELTS? Qual prova é mais fácil? Hoje vamos falar das diferenças e do tipo de prova que aconselhamos para cada tipo de aluno.

Lembrando que você só tem a escolha entre TOEFL e IELTS se você estiver realizando a prova de proficiência para entrar em uma universidade. Se você está no processo do Express Entry, só é permitido realizar o IELTS General Training. Então esse post aqui é mais indicado para quem está na dúvida entre o IELTS Academic e o TOEFL na hora de entrar num college, por exemplo.

Semelhanças entre o TOEFL e o IELTS

Doctor WhoAntes da gente explorar as diferenças, vamos lidar com o que é praticamente igual. Primeiramente, ambas as provas testam as 4 habilidades: Reading, Listening, Writing e Speaking. Os textos das provas de Reading costumam ter cunho mais acadêmico, assim como os Listenings.

Em termos de sotaques, tanto o IELTS quanto o TOEFL podem ter falantes de diversas origens, incluindo inglês americano, britânico, australiano ou neozelandês. Isso vai exigir uma boa capacidade para compreender esses diferentes jeitos de falar.

Ah, outra semelhança é que os áudios no TOEFL e no IELTS são tocados SOMENTE UMA VEZ! Essa é uma semelhança extremamente odiada em ambas as provas. Mas é isso aí. Você só escuta uma vez e se perder o que foi dito, perdeu!

No quesito Writing, ambas as provas exigem que você produza 2 textos. Sempre sendo o primeiro menor que o segundo. E ambas as provas têm um texto obrigatório que é uma ESSAY (dissertação). E a essay é sempre o maior texto a ser produzido. A duração do IELTS e do TOEFL também é parecida: são cerca de 3 horas no total para cada prova.


Diferenças entre o TOEFL e o IELTS

Agora que já vimos as semelhanças, vamos às diferenças. A primeira que precisa ser mencionada é na forma como a prova é aplicada. No caso do TOEFL, a prova feita no Brasil é o iBT – internet-based test. Ou seja, a prova é toda realizada por computador num centro autorizado. Até o Speaking é feito falando para o computador.

Já o IELTS pode ser computer-delivered (assim como o TOEFL) ou paper-based no Brasil. Ou seja, no caso do IELTS existe a opção de fazer as provas de Reading, Listening e Writing em papel. Já o Speaking é feito com um examinador presencial, independente da modalidade. Essa é diferença mais geral sobre as duas provas.

Como as diferenças formam uma lista muito maior que as semelhanças, para ficar mais organizado, vamos continuar por área de prova.

Reading

A maior diferença das duas provas são os tipos de questão. No TOEFL você terá basicamente questões de múltipla escolha. Já no IELTS existem mais de 5 tipos de questões diferentes. Incluindo o famoso (e odiado) “True, False, Not given”.

As questões do IELTS são muito mais desafiadoras. A boa notícia é que existem técnicas para realizar a prova que realmente vão te ajudar! Por esse motivo, a preparação para o IELTS na prova de Reading se faz muito mais necessária que para o TOEFL. Aí só um bom professor para te orientar.

Por fim, o Reading to TOEFL pode ter 3 ou 4 textos para ler, com de 30 a 40 questões e 54 a 72 minutos de duração. Já o IELTS tem sempre 3 textos, 40 questões e pode ser completado em 60 minutos.

Nós aqui no blog já falamos um pouco sobre a técnica chave para ir bem no Reading do IELTS. Se você ainda não leu, já deixa aberto em outra aba para você ler depois desse post aqui.

Listening

Eminem
“Que que foi que ele disse?”

Novamente, a maior diferença das duas provas são os tipos de questão. Para não fugir do padrão, no TOEFL você tem questões de múltipla escolha. Enquanto isso, no IELTS você terá mais de 5 tipos de questões diferentes. Dentro da variedade de questões, o maior desafio no Listening são as questões do tipo “complete the gap”.

Novamente a prova do IELTS exige bastante treino! Uma boa compreensão das pegadinhas da prova também é necessária e um bom curso ou professor podem te ajudar.

Uma outra diferença nas duas provas é que no TOEFL você irá ouvir os áudios, mas não vai ter acesso às questões enquanto escuta. Então é muito importante conseguir tomar nota enquanto o Listening está tocando. No IELTS, no entanto, você escuta os áudios e pode ir respondendo as quesões enquanto escuta. Isso para mim é um ponto positivo para o IELTS.

O TOEFL tem dois tipos de áudios: são 3 a 4 palestras (com 6 questões para cada) e 2 a 3 diálogos, com 5 questões cada. Já o tempo para terminar essa parte é de 41 a 57 minutos.

Enquanto isso, no IELTS a gente tem 4 tipos de áudio com 10 questões cada: um diálogo e um monólogo do dia-a-dia, uma conversa entre até 4 pessoas ligada ao ambiente de ensino e um monólogo no contexto acadêmico (como uma palestra). Nesse caso, o candidato tem 30 minutos (além de mais 10 para transferir as respostas) para responder as 40 questões do teste.

Writing

Como já falamos nas semelhaças, ambas as provas pedem a produção de uma essay. E em ambas as provas, a essay é o segundo texto, aquele que é maior e vale mais pontos, ok? Então é muito importante estudar para produzir uma boa dissertação.

No TOEFL, você tem cerca de 30 minutos para escrever uma essay com no mínimo 300 palavras. Já no IELTS, é preciso escrever 250 palavras em uma média de 40 minutos. E se você quiser uma super ajuda com o seu Writing, veja nossos cursos online INCRÍVEIS!

Porém esse tópico é sobre as diferenças. E por causa dessa semelhança, a diferença vem exatamente nos primeiros Writings de ambas as provas. No caso do TOEFL, o primeiro Writing é chamado de integrated Writing, exigindo que o candidato escreve de 150 a 225 palavras em cerca de 20 minutos. Ele integra algumas habilidades: Reading, Listening e Writing.

Ele funciona da seguinte forma: você lê um texto, escuta um professor analisando aquele tópico e depois tem que escrever um texto que una as informações do Reading e do Listening. Ou seja, ele não é um texto sobre a sua opinião. Basta você reportar bem a opinião dada tanto no Reading quanto no Listening.

Quando se trata da primeira questão de Writing do IELTS, a coisa muda bastante de figura. O IELTS Academic tem como task 1 do Writing uma análise e descrição de um gráfico, resultando em um texto de 150 palavras a ser feito em uma média de 20 minutos. Funciona assim: você tem um ou dois gráficos para serem analisados e descritos no texto. Os gráficos podem ser bem parecidos com esses aqui:

Gráficos Task 1 IELTS Academic Sample
Imagens do site: http://takeielts.britishcouncil.org/

Esses gráficos são do site do IELTS. Lá eles têm exemplos de todas as áreas da prova. É um bom site para conhecer um pouco mais sobre a prova antes de tomar uma decisão.

Speaking

As provas de Speaking praticamente só têm diferenças. A única semelhança é que você tem que falar! hahaha

Mas brincadeiras à parte, o Speaking no TOEFL é feito para o computador. A prova dura 17 minutos e possui 4 questões, com 15 a 30 segundos de preparação para cada resposta, que deve ter de 45 a 60 segundos de duração. A primeira é chamada independent speaking task, pois pede que o candidato responda com base em suas ideias e experiências. Já as seguintes exigem habilidades integradas, quando você lê um texto e escuta um Listening e deve falar sobre eles. Ou que você só escuta um Listening e tem que descrever o que foi dito.

Já a prova de Speaking no IELTS é realizada cara a cara com um avaliador e tem de 11 a 14 minutos de duração, sem número pré-definido de perguntas. O teste tem 3 partes e nós já demos um relato bem completo dele aqui nesse post. O Speaking no IELTS é realizado da mesma forma, tanto para a prova Academic quanto para a prova de General Training. No caso do IELTS, não existem habilidades integradas e você vai receber perguntas ou tópicos a respeito dos quais vai precisar discursar.

Qual prova é mais fácil?

Decisão
Vish, pra decidir aí é contigo

Essa é uma pergunta muito complexa. Definir qual prova de proficiência é mais fácil vai realmente depender do seu estilo de realizar provas. Porém eu vou dar uma luz nessa questão.

Para pessoas que tem um nível de inglês abaixo do avançado/fluente, normalmente é mais fácil fazer o TOEFL. Algumas coisas pesam nesse meu argumento: o fato das questões serem em sua maioria de múltipla escolha e do Writing não possuir análise de gráficos.

Tudo isso facilita bastante para quem não chega a um nível avançado/fluente de inglês.  Apesar disso, a melhor forma de você determinar qual prova você se sente mais confortável em fazer é FAZENDO! Isso quer dizer que antes de você decidir, procure um simulado de Reading e Listening de cada uma das provas online e veja qual você se sente mais confortável em realizar.

Aconselho fazer somente o Reading e Listening pois são as provas mais objetivas em que você consegue saber sua provável nota sem precisar de um professor. Writing e Speaking só podem ser realmente analisados por professores que já trabalham com essas provas há algum tempo. #ficaadica

Então como eu descubro meu nível de inglês?

Se você não sabe ainda qual o seu nível de inglês, aconselho fazer esse teste aqui. Você deve realizar o General English test. Ele é um teste um pouco longo, com 25 questões. Mas ele é de Cambridge, né? Somente a instituição que elabora as provas do IELTS. Ou seja, é fo-da!

No final da prova, ele vai te mostrar qual prova de proficiência de Cambridge você pode realizar. Aí com essa informação você sabe seu nível de inglês ao comparar com essa tabela abaixo, que relaciona as provas de Cambridge com o chamado Common European Framework:

Common European Framework e testes de Cambridge

Essa tabela te mostra as principais provas de Cambridge e também as notas no IELTS. É possível você até prever quanto tiraria no IELTS se souber qual prova de Cambridge está apto a realizar.

São 5 provas: KEY, PET, FCE, CAE E CPE. Você só pode ser considerado um aluno avançado se puder realizar o CAE ou o CPE. Ou seja, se você é um PROFICIENT USER de acordo com a CEFR. Se você é um independent user, ainda possuí nível de inglês intermediário. E se estiver no PET, você precisa estudar MUITO inglês para tirar perto de 6.0 no IELTS.

Se você cai no nível de basic user, precisa estudar inglês antes de se arriscar! Tanto no IELTS quanto no TOEFL, um basic user vai sentir muitas dificuldades. Não desperdice o seu dinheiro e tempo fazendo uma prova para a qual você não tem nível nem preparação de inglês.

Invista no seu inglês

A verdade é que tudo que envolve ir para o exterior precisa de inglês. Então, gente, invistam no inglês de vocês desde hoje. Desde já! Façam cursos de inglês, online ou presenciais, tanto faz! Assistam a filmes em inglês, escutem músicas em inglês. Mude seu Facebook para inglês, mude seu celular para inglês. Coloque o inglês no seu dia-a-dia o máximo possível!

Sarah SilvermanA gente aqui no Casal Nerd no Canadá ajuda quem quer se preparar para o prova do IELTS. Se você quiser saber um pouco sobre os nossos cursos online ou entrar em contato com a gente, é só clicar aqui. Vai ser um prazer ajudar você a realizar a prova com sucesso!

Se você gostou desse post e acha que pode ajudar alguém, compartilha! Aproveita e curta a nossa página no Facebook para acompanhar de perto todos os posts novos e atualizações no blog!


16 COMENTÁRIOS

  1. Olá, gostaria de tirar uma dúvida mas sobre outro assunto.
    No Comprehensive Ranking System tem 50 pontos para quem tem um Certificate of Qualification, o seria isso?
    Obrigada

    • Ei Ananda, tudo bom?

      Olha eu não tenho 100% de certeza não mas eu acredito que são uns certificados dados para áreas de “trades”. Não existe nenhum certificado brasileiro que se equivaleria a isso então é uma coisa a se desconsiderar a meu ver. Aqui tem mais informações do CIC.

      Abraços,
      Rey
      Casal Nerd no Canadá

  2. Oi, Rey!
    Descobri o blog de vocês quando ainda estava no Brasil, enquanto procura por blogs legais pra passar o tempo no meu antigo trabalho (um que eu queria sair ha muito tempo rs) kkkk
    E foi um achado lindo! Desculpa por nunca comentar aqui, mas eh que nosso foco era SP+WP e não o Express Entry em si, mas ainda assim li o blog todinho rs Estamos começando os preparativos pra dar entrada no EE, aproveitando a baixa das notas. Ja temos o WES e tudo, soh falta a nota no IELTS ou Celpip! Tenho visto suas dicas e tenho adorado, eu optei por fazer o CELPIP ao invés do IELTS e mesmo a estrutura sendo diferente, acredito que suas dicas são muito valiosas! Obrigada pelo trabalho incrível que vocês fazem nesse blog, vocês gastam tempo e esforço pra nos manter informados e nos ajudar, o minimo que podemos fazer eh agradecer! Continuem com esse trabalho incrível, que vocês sejam ainda mais felizes no Canada (pena que não vem pra Toronto 🙁 ) e may the force be with you!!

    • Olá Tatah! Nossa fiquei muiiiiito feliz quando li seu comentário! Mesmo a gente só falando de Express Entry, o blog foi interessante para você e isso é muito legal! Eu quero inclusive fazer alguns posts de relatos de SP+WP por que pelo que eu tenho pesquisado cada um tem uma experiência muito diferenciada com isso. Não é só pegar e fazer afinal, tem a escolha do college! Se você quiser fazer um relato de contribuição sobre como foi tirar seu SP+WP, entra em contato com a gente, ou pela página de contato ou pelo facebook.

      Eu vi que você também tem um blog então já percebi que também gosta um pouco de escrever hehehe. De qualquer forma, fique à vontade para ignorar minha ideia de post, mas venha sempre no blog! Nós vamos adorar ajudar vocês no passo-a-passo do EE!

      Ah e eu acho que vc fez a melhor escolha com o CELPIP. Pelo que eu já vi da prova, ela realmente é um pouco mais simples que o IELTS! Boa sorte e bons estudos para prova ein!

      Abraços,
      Rey
      Casal Nerd no Canadá

      • Oi, Rey!
        Eu adoraria fazer esse relato sim, adoro escrever! rs
        Desculpa a demora pra responder, estamos lidando com algumas burocracias e inicio de aulas…Alem disso comecei a estudar pro CELPIP então sabe como é rs
        Mas assim que der uma aliviada aqui eu te mando o relato 😀

        Amo o blog de vocês e com certeza passarei sempre sim! Obrigada pelo feedback e aahh, gostei do novo layout!

        Beijao

        • Que isso!!! Não tem pressa alguma, mas fiquei muito feliz te ter uma primeira contribuição no blog. Vai ser muito bom ter posts sobre SP E OWP para ajudar as pessoas dessas áreas também! Fico no aguardo.

          Abraços,
          Rey

  3. Bom dia.
    Uma pessoa tendo muito ‘fraco’, com aulas intensivas diárias, qual seria sua opiniao em relacao a a tempo e notas na IELTS

    • Lorenzo, é muito difícil definir algo dessa forma. Cada pessoa tem um nível de desenvolvimento. Aconselho procurar um bom curso de inglês na sua cidade se o inglês é ainda muito básico. Abraços.

  4. Olá. Gostaria de fazer uma pergunta relacionada em parte ao post. Para se candidatar como aluno visitante de pós-graduação na Universidade de Montreal basta comprovar proficiência em inglês ou é imprescindível o francês?

    • Bruno, excelente pergunta. Acho que você deve fazer ela para a Universidade de Montreal. Eu não sei sobre isso. Sorry! Só a staff da universidade para te responder isso. Abraços!

  5. Boa tarde ! ótimo material, estou na duvida entre os dois, mas me parece que o Toffel tem algumas partes mais praticas do que O Ilets, minha duvida, existe preparação para a prova do Toffel como existe para a prova do Ielts digamos as famosas Tips, para conhecer toda a mecânica da prova ? esse score abaixo é díficil de alcançar um overal 90 with nos less than 21 in any element ? obrigado e otimo blog !!!

    • Marcus, é muito variada essa opinião, mas parece que você ao ler o texto todo teve preferência pelo TOEFL. Lembrando que ele serve para entrada em universidades e colleges e não para processos de imigração ok? Existem sim treinamentos voltados para TOEFL com técnicas específicas que auxiliam muito, porém quero reforçar que é muito importante saber seu nível de inglês. Faça nosso teste de nivel e descubra seu nivel para saber se vale a pena já começar os estudos para TOEFL/IELTS ou se seria melhor estudar inglês geral primeiro. Abraços!

  6. Boa tarde. Muito agradeceria o esclarecimento de uma dúvida no sentido operacional: Para agendamento do Toefl iBT Home Edition no ProctorU devo atentar para o fuso horário? Por exemplo: pretendo marcar para 02:00 PM. No ProctorU aparece a opção 02:00 PM CDT (Central Daylight Time). Isso significa Central Daylight Time e corresponde às 16h, no horário de Brasília?

    • Olá! Eu devo confessar que não sei todas as time zones de cabeça, mas joga no google que você consegue ver diretinho quais cidades são cobertas por essa time zone 😊

  7. Oie! Adoro o site de voces, e só para atualizar uma informação – agora o IELTS oferece Computer based tests. Farei o meu semana que vem, nesta modalidade 🙂

    Beijos, e obrigada por compartilhar tanto <3

    • Olá! Isso mesmo, tanto o IELTS e o Toefl mudaram desde quando esse post foi escrito. Vamos trabalhar em atualiza-lo assim que possível. Obrigada pelo alerta e muito boa sorte na sua prova! =D

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui