Documentos Adicionais e agora?

No dia 21/11/16, apenas 8 dias após nosso AOR, chegaram não uma mas DUAS mensagens pedindo documentos adicionais nossos! E você pode imaginar o desespero né? Vamos detalhar para vocês como lidar com essa situação e o que fizemos para conseguir mandar os documentos no mesmo dia!

You have a new message

Como já explicamos por aqui, o CIC não manda as mensagens pro seu e-mail. Você recebe um e-mail dizendo que tem uma nova mensagem (exatamente como nesse subtítulo anterior). Acontece que GHOST mails são muito frequentes. Ghost mails é quando você recebe um e-mail avisando que tem mensagem, mas entra na conta e não tem nada!

Eu já recebi alguns ghost mails e quando chegou esse e-mail eu pensei… “ah, mais um ghost mail, quando eu chegar em casa eu olho”. Ledo engano!

Assim sendo chegando em casa, fui linda e bela, crente que seria um ghost mail, olhar minha conta no CIC. Vocês não imaginam o tamanho da minha surpresa quando eu vi que TINHA SIM mensagens para mim.

cat-shock

Não bastasse ser uma, eram 2 mensagens! Cliquei, baixei o pdf e comecei a me desesperar. O primeiro pdf pedia detalhes de um período com relação ao meu marido. E o segundo pedia que preenchêssemos um formulário com as informações de viagem da gente (form IMM5562 E).

Como enviar as informações adicionais?

Depois do primeiro desespero de eles estarem pedindo mais documentos – e a gente ter a sensação que estragamos tudo – veio a dúvida: Aonde que faz o upload dos documentos?


No meu desespero, não percebi que embaixo das mensagens recebidas tem um botão azul ENORME que diz: View Submitted Application. Clicando ali você é direcionado para os formulários que foram preenchidos. E embaixo dessas opções de view form tem um outro botão azul que diz Continue.

Clicando nele, você é levado aos documentos que você fez upload e lá estavam os dois campos para o upload dos documentos adicionais. Foram adicionados dois novos campos que não existiam antes de transmitirmos a application.

O bom de encontrarmos isso é que ficou bem claro o que eles queriam. Para o período em que pediram mais detalhes sobre a vida do Han, existia um campo para o upload de uma Letter of Explanation. E para o Form IMM5562 E  (Travel History), existia um campo pedido claramente pelo Travel History info form.

Nós dê mais detalhes

O pdf com relação ao meu marido pedia informação sobre um período recente da vida dele. Eles pediam para nós detalharmos tudo que possa ter ocorrido de uma certa data até o momento atual. Logo que lemos sobre isso caiu a ficha do que era o problema!

O Han trabalha num esquema bem diferente. Ele trabalha remoto da nossa casa, para um empresa americana em que todo mundo trabalha remoto. Então quando preenchemos os dados de trabalho dele sobre a empresa atual colocamos o endereço fiscal da empresa nos Estados Unidos.

Além disso, acrescentamos a carta do empregador atual dele que explica que ele trabalha remotamente. Porém acreditamos que o oficial de imigração nem chegou a abrir os documentos. Eles só estavam verificando os forms online.

Só que nós declaramos em todos os locais que ele mora comigo no Brasil. Ou seja, o agente de imigração olhou os forms e falou: “como assim você trabalha numa empresa americana e mora no Brasil? Como isso é possível? Explica melhor isso aí”.

Então fizemos uma LOE explicando nos mínimos detalhes tudo que se passou para a contratação dele até os dias atuais. Detalhe que a carta pedindo maiores informações era para o aplicante principal. No caso essa seria eu. Então a LOE foi feita em meu nome falando sobre a situação do marido.

Travel History Form e o maior caso de eu dei mole da história

Até o presente momento, nós ainda não havíamos descoberto o mistério do Travel History Form. Aí eu resolvi investigar os forms virtuais para escrever esse post. E descobri por que provavelmente eles pediram esse form.

Eu idiotamente escrevi o nome de um estado ao invés do nome da cidade para qual eu viajei durante um work experience que fiz. Provavelmente esse é o motivo deles terem pedido o form. Eu preenchi algo que poderia até estar correto e ser verdade, mas não era o que eles pediram.

Devo confessar que agora estou até mais tranquila com relação ao IMM5562 E form. Acho que não vai ter nenhum problema quanto a ele.

Agora queria dar um alerta caso vocês sejam pedidos algum form adicional. Os forms exigem uma versão específica do Adobe Reader que é o Adobe Acrobat Reader DC.

Demorou séculos para eu entender que teria que baixar isso e não teria outra solução. E honestamente é um excelente software para você mexer nos arquivos de pdf que serão enviados para o CIC após o seu ITA.

Aconselho fortemente o uso dele e o download gratuito pelo site do adobe mesmo: https://get.adobe.com/br/reader/

E depois disso? Aconteceu mais alguma coisa?

Depois de enviarmos tudo na segunda mesmo, não houve mais NENHUMA mudança no nosso perfil. Nada! Ou seja, aquele silêncio clássico do CIC. Esperei duas semanas para escrever esse post para poder informar das mudanças após o envio dos documentos.

Só que após duas semanas você se convence que vai ficar assim mesmo até você receber alguma notícia do Confirmation  of Permanent Residency – o CoPR que todos querem!

Eu particularmente acho que nenhuma movimentação vai ser sempre melhor que ser pedido documentos adicionais! Todo mundo sabe que enquanto você está no silêncio que dizer que tudo está correndo como esperando e o que o seu processo está sendo analisado.

Estamos aqui torcendo para dar tudo certo e até Maio termos alguma notícia feliz para compartilharmos com vocês!

Se você gostou do post e acha legal dar esse alerta para quem está aplicando pro Express Entry, compartilhe nosso post!


25 COMENTÁRIOS

  1. Você é muito didática! E convenhamos que por escrito é bem melhor para futuras consultas do que assistir vídeos longos no youtube – que estão na moda – e ainda ter que anotar tudo. =)

    Amo seus textos.

  2. Estamos preenchendo o travel history agora e nos surgiu uma dúvida e gostaria de saber sua opinião…
    estudei por 2 anos nos Estados Unidos, durante esse período fiz diversas viagens durante as férias, tanto dentro dos estados unidos, como pra fora, por exemplo: Mexico e Caribe.
    Você acha que devo citar um período completo com objetivo de viagem “Estudo” e a Cidade de Estudo, e os outros períodos separados mesmo que eles estejam dentro do período anterior, com motivo de viagem “Lazer”.
    Por exemplo:
    01/Agosto/2009 – 30/Maio/2010: San Diego, Estudo
    20/dezembro/2009 – 03/Janeiro/2010: México, Lazer

    Ou separar: entrada nos EUA em Agosto, saída em Dezembro, entrada no Mexico em Dez, Saída do México em Janeiro, entrada nos EUA em Janeiro.

    Desculpe o textão, mas estou muito na dúvida o que fica mais claro para o Oficial de Imigração.
    Muito obrigada!!

    • Oi Lais, tudo bom?

      Olha, eu quando estive no estados unidos até viajei mas não tive carimbos no passaporte, então como não tem comprovação da minha ida pra DC ou pra FL eu não coloquei essas viagens no registro e deu tudo certo. Eu acredito que tudo que estiver carimbado no passaporte deve ser colocado no travel history. Agora como vc vai colocar eu realmente não sei te dizer, te aconselho a procurar no canadavisa forum. Lá tem muita gente com uns travel history enooooormes. A gente não é tão viajado assim, não foi tão complexo. hehehehe

      Abraços,
      Rey

  3. Bom dia, Rey e Han. Estou adorando o site de vcs! Muitas duvidas foram sanadas através dele. Muito obrigada! Tb estamos fazendo tudo sozinhos e surgiu uma dúvida se é necessário ajuda pós ita. Mas, vcs estão nos passando confiança que é possível continuar o processo sem consultoria. 🙂 Existe algum risco de o CIC ficar com dúvida sobre algo e não mandar msg? O nosso único medo é esse, de algo faltar ou estar errado e eles não falarem. O que vcs acham? Obrigada novamente!

    • Oi Sarah, tudo bom? Que bom que vc está gostando do blog!

      Então sempre existe o risco da CIC achar que algo está incompleto (se vc esquecer alguma coisa ou mandar algum documento que não é exatamente o pedido) e recusar seu processo. Isso acontece com muita frequência até. Principalmente quando a galera não acrescenta os forms de ECA Report e os forms de IELTS na parte educacional. Nesse tipo de caso eles nem dão aviso não. Eles já recusam o processo mesmo. Fora isso se algo estiver lá, mas não estiver muito claro, como foi o nosso caso, eles pedem os documentos adicionais.

      Agora a escolha de usar ou não uma consultoria é muito pessoal. Eu já ouvi pessoas falando que foi a melhor coisa que fizeram e já ouvi pessoas falando que a consultoria quase fez eles perderem o prazo de envio de documentos de tanto que demoraram.

      Vai de cada um!

      Abraços,
      Rey

      • Oi, Rey. Tudo bem e com vcs? Devem estar super ansiosos hehehe Eu ainda não descobri para qual província vcs irão, vcs contam em algum texto? Desejo muita sorte em tudo, quem sabe nos encontramos por lá 🙂

        Esclareceu muito minha dúvida e agora terei que analisar com mais calma sobre isto.

        Obrigada,
        Abraços,
        Sarah

  4. Oi Rey,

    primeiramente, parabéns! Espero que estejam aproveitando o Canadá.

    Meu AOR é de 27 de março e me pediram também o travel history form! Acredito que por termos viagens aos EUA que não mencionamos, apesar de que na época eramos menor de idade. Enfim, explicamos tudo isso numa LOE e logo depois de submeter, nossos exames mudaram para “you passed the medical exam”. Nosso status ta “We will send a message once we start your background check”! É um pouco frustrante ver os nacionais da Índia e Paquistão tudo recebendo PPR em tempo recorde, e vários brasileiros esperando há algum tempo.

    Enfim, agora pedimos as GCMS notes, o primeiro set. Acho que vamos pedir todo mês, mas tomara que chegue antes o PPR, que nem no caso de vocês!

    Abraços!

    • Oi Luana! Tudo bom?

      É realmente os indianos e os paquistaneses tem os processos muito rápidos em alguns streams… não são todos. O pessoal do PNP sempre sofre hehehe. Aconselho não se afobar muito com as GCMS notes. Elas vão vir com bastante informação que vai te deixar até confusa. Não adianta muito gastar muito dinheiro com isso, visto que não vai apressar seu processo né? E te garanto que você vai precisar desse dinheirinho!

      Boa sorte! E volte para contar quando estiver tudo certo!

      Abraços,
      Rey

  5. Oi Casal! Tudo bom???
    Muito obrigada por esse post, foi bem esclarecedor. Agora tenho uma duvida. Eu recebi a mesma solicitacao pra explicar o Travel History e acho que o problema foi que eu fui pra Paris, mas como entrei por terra meu carimbo tem o nome de outra cidade.
    Minha pergunta eh: nesse form de explanation, voces explicaram todas as viagens (ate as que estavam claras) ou soh explicaram as viagens que poderiam gerar duvidas?
    Eu tenho algumas entradas nos USA e nao sei se explico cada uma delas, ou apenas esse problema na Franca.
    Podem me dizer como fizeram, por favor?

    Muito obrigada!!!
    Abracos

  6. Gente, desculpa o abuso, mas posso fazer mais uma pergunta? Acabei de abrir o Travel History form e só tem espaços pra preencher as viagens (aquilo que já fizemos) mas não tem nenhum espaço pra explicações. Voces fizeram alguma LOE pra explicar e juntaram com o PDF, ou soh prencheram o form novamente?
    Thanks 🙂

    • Olá Barbara, eu vi que você já abriu o form e viu que ele não possui campo de explicação. O que você pode fazer é acrescentar uma LOE e aí carregar o arquivo em pdf com as duas informações juntas. No nosso caso tinha uma área para upload do arquivo do travel history e um campo para uma LOE. Veja como ficou na sua área de uploads.

      Abraços e boa sorte!
      Rey

  7. O blog de voces tem me ajudado muito! obrigada por compartilhar essas experiencia…
    Uma duvida, quando voce enviou pela segunda vez o IMM 5562E Travel History Form voce anexou algum documento, como passaporte ou visto?
    Tambem comi bola em uma das informacoes e preciso enviar novamente, mas tenho so um espaco disponivel pra upload.

      • Flavia, Tudo bom?
        Sobre o Travel History, vou responder todas as suas dúvidas nesse comentário ok? No travel form eu não anexei nada. Eu tinha um pedido de LOE a mais e tinha um campo a mais para fazer upload da LOE. Então foi um arquivo da LOE e um arquivo do Travel History. Quanto ao preenchimento eu preenchi as informações de ambos novamente. Não quis deixar abertura para erro.

        Boa sorte! Abraços,
        Rey

  8. Prezados Rey e Han,

    Parabenizo vocês pelo excelente blog e informações geradas.
    Gostaria de tirar uma dúvida em relação a prova de estado civil. Para o Express Entry, basta o certificado de casamento? Ou é necessário mais outras provas para comprovar a união?
    Em alguns posts entrangeiros, notei alguns comentários sobre enviar fotos do casamento, documentos como contas bancárias conjuntas, contratos e etc.

    Obrigado desde já pela atenção.
    Abraços

    • Guilherme, eu posso te dizer o que foi feito no nosso caso. A gente somente enviou a certidão de casamento. Mas já estávamos casados a mais de um ano. Tem muita gente que casa quando decide imigrar, pelos relatos q eu já li, isso que você está descrevendo parece o que o pessoal faz quando casa muito próximo de enviar os documentos. Novamente, para ter certeza, procure o site oficial do governo ou um consultor de imigração ok? Abraços!

  9. Olá Han e Rey, tudo bom?

    Ao tirar o meu certificado de antecedentes criminais na PF, apareceu na minha certidão alguns zeros antes do meu número do passaporte. Por exemplo, meu passaporte é o CAV256632, e no da minha certidão saiu como CAV0000256632. Segui corretamente o procedimento de preenchimento das informações antes de solicitar a certidão, mas acho que é algo comum do sistema da PF para números de passaporte mais curtos.

    No seu caso, na sua certidão, o número do seu passaporte foi acrescido desses zeros também?

    Muito obrigado.

Deixe uma resposta para Barbara Cancelar resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui