Qual é o perfil de quem imigra para o Canadá? Quais são as suas chances de conseguir a residência permanente no país? Algumas das informações essenciais para criar sua estratégia são divulgadas pelo próprio governo canadense. E é uma dessas ferramentas valiosas que a gente traz hoje para você.

Todo ano, o departamento da Imigração divulga um relatório compilando dados do Express Entry. Esse é o sistema que o Canadá criou em 2015 para fazer a gestão da maior parte dos programas de imigração do país. Hoje a gente resume os pontos-chave da versão mais recente desse documento, o Express Entry Year-End Report 2019.

Quantos newcomers chegaram ao Canadá?

Porta dos Fundos Jéssica
O Canadá quando eu cheguei com a minha família

Em 2019, 109.595 pessoas viraram residentes permanentes (PR) pelo Express Entry. O número leva em conta tanto os aplicantes principais quanto seus acompanhantes. Essa galera corresponde a um aumento de quase 20% em relação a 2018 e impressionantes 70% frente a 2017.

Admission total persons Express Entry 2019

 

Candidatos em alta

Em 2019, foram criados 332.331 perfis do Express Entry. Esse número representa um aumento de quase 20% em relação a 2018 e mais de 30% desde 2017. Do total de perfis criados no ano passado, 72% eram elegíveis a um dos programas de imigração.Novos perfis Express Entry 2019

 

 

 

 

 

 

Pontuação dos perfis cadastrados

Nos três ultimos anos, os candidatos do pool se concentraram na faixa entre 350 e 449 pontos. Ao longo do tempo, porém, houve um salto para quem tinha de 450 a 499.

Esse grupo correspondia a 2% do total em 2018 (1.177 pessoas). Em janeiro de 2020, no entanto, ele já havia pulado para 14%, com 20.326 candidatos. E pelo que a gente tem visto nos últimos draws, a concentração nessa faixa está se mantendo alta.Distribuição da pontuação Express Entry 2019


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Com concorrência subindo e notas em alta, quem sonha com o Canadá precisa correr atrás de uma pontuação competitiva. Como a gente vive dizendo, uma das melhores estratégias para conseguir isso é melhorar seu resultado do IELTS.

Isso porque o CLB 9 garante um salto no CRS Score e pode ser decisivo para receber seu ITA. Se você quer se preparar para o IELTS, confira os cursos da Giovanna Barino, aqui do blog.

Uma outra dica é aprender francês ou aprimorar seus conhecimentos no idioma. Como a gente já contou aqui, desde 2017, candidatos à residência permanente podem ganhar um super bônus na pontuação se forem bilíngues. Também tem quem aposte em pós-graduação no Brasil ou que planeje um tempo estudando no Canadá para conquistar mais pontos.

Pontos extras

A maioria (quase 70%) dos candidatos elegíveis ao Express Entry não declarou ter direito a pontos extras. Para quem declarou pontos adicionais, os motivos mais comuns foram educação no Canadá ou irmãos com cidadania canadense ou PR. Pontos adicionais Express Entry 2019

 

Número de convites

Houve uma ligeira queda na quantidade de ITAs emitidos em 2019. Com isso, os convites caíram de 89.800 para 85.300. Quase a metade deles (45%) foi para o Federal Skilled Worker Program (FSW). A porcentagem revela uma baixa em relação ao ano anterior (53%).

Já o Canadian Experience Class (CEC) se manteve com cerca de um terço dos convites emitidos. Houve alta, no entanto, para os candidatos convidados pelo Provincial Nomination Program (PNP). Para esse stream, o número subiu de 12% em 2018 para 18% em 2019.

Será que essa é uma tendência para o futuro? Pelo que a gente está vendo nos draws de 2020, muita ênfase tem sido dada ao CEC e ao PNP. Se essa mudança veio pra ficar ou é uma onda passageira trazida pelo COVID-19, a gente ainda não sabe.

Notas de corte

Nos draws abrangentes de 2019, foram chamados perfis com entre 438 e 475 pontos (mediana de 461). Já em 2018, as notas variaram entre 439 a 456 pontos (mediana de 442 pontos). Ou seja, em um ano, a nota mínima para receber um convite da Imigração subiu quase 20 pontos.

O perfil de quem recebeu ITA

Idade

A tendência de ter candidatos jovens, com entre 20 e 29 anos, se mantém desde 2017. Até aqui, mais da metade dos ITAs foi para esse pessoal. Isso faz bastante sentido, já que essa é a faixa etária associada à maior pontuação, segundo os critérios do CRS.Distribuição dos ITAs por idade Express Entry 2019

Educação

Mais de 90% dos candidatos que receberam ITA nos três anos analisados tinham educação superior. Em 2019, 42% dos perfis era de pessoas com curso pós-secundário de pelo menos três anos de duração. Já 48% tinham mestrado ou eram formados em um dos chamados professional degrees (Medicina, Odontologia e Direito, entre outros). Por fim, 4% declararam ter PhD, num total de 94%.Distribuição dos ITAs por formação Express Entry 2019

 

 

 

 

Experiência de trabalho

Pelo menos 40% dos candidatos convidados desde 2017 tinha um ano ou mais de experiência profissional no Canadá. Mais da metade (56%) nunca havia trabalhado no Canadá ou tinha menos de um ano de experiência canadense.

Distribuição dos ITAs por experiência canadense Express Entry 2019

O padrão também se manteve ao longo do tempo em relação à experiência em outros países. Entre 21% e 26% dos perfis declararam menos de um ano de experiência fora do Canadá. Enquanto isso, mais de um terço (35% a 40%) comprovou cinco anos ou mais.

A faixa mais relevante dos perfis em 2019 (35%) tinha cinco anos ou mais de experiência estrangeira. E, sim, isso quer dizer que você pode usar apenas sua experiência do Brasil para o processo \o/

Distribuição dos ITAs por experiência estrangeira Express Entry 2019

Quase um terço dos candidatos indicou ter experiência profissional na área de Tecnologia da Informação (TI), Negócios ou Finanças. Essa é uma tendência que vem se mantendo desde 2017.Distribuição dos ITAs por profissão Express Entry 2019

 

 

 

 

 

 

 

 

 

País de residência

O ranking dos cinco países que mais receberam ITAs continua firme e forte. Desde 2017, cerca de metade dos convites foi para candidatos que já estavam morando no Canadá. Já a outra metade se distribuía entre pessoas que estavam vivendo em diferentes países.Distribuição dos ITAs por país de residência Express Entry 2019

 

 

 

 

 

 

 

Cidadania

A lista dos cinco países com mais candidatos no ranking dos ITAs também ficou igual desde 2017. Como a gente pode ver na tabela abaixo, quase metade dos convites foi para cidadãos da Índia. Os brasileiros ainda estão engatinhando e respondem por cerca de 2% dos perfis.Distribuição dos ITAs por país de origem Express Entry 2019

Província de destino no Canadá

Dois em cada três candidatos indicaram na candidatura que queriam ir para Ontário, a província mais populosa do Canadá. Apesar disso, o número de 2019 indica uma leve queda em relação a 2018, de 65% para 62%.

Nesse período, houve um aumento expressivo no número de pessoas que indicaram querer morar em Alberta, Manitoba e Nunavut. Tudo bem que pra Nunavut o número triplicar significa que ele subiu de 3 pra 10 pessoas. Mas já é alguma coisa, né? #GoNunavutDistribuição dos ITAs por província de destino Express Entry 2019

 

 

 

 

 

 

 

Tempo de análise dos processos

Stranger Things Eleven
“Alô, IRCC, é você?”

A meta do departamento de Imigração é concluir a análise dos processos em até seis meses. No entanto, esse período foi superior ao planejado para todos os programas em 2019, com uma média de oito meses. Então se você tem a impressão de que seu caso foi parar no Mundo Invertido, coragem. Tá todo mundo no mesmo barco.

 

Tempo de análise dos processos Express Entry 2019

 

 

 

 

O que vem por aí?

A conclusão do relatório traz duas informações importantes:

  1. A Imigração está tomando medidas para reduzir novamente o tempo de análise dos processos do Express Entry. Com isso, a expectativa é de concluir 80% das aplicações em até seis meses. #hajacoração
  2. Os desafios trazidos pela pandemia de COVID-19 estão na mira da Imigração. Segundo o documento, eles estão “explorando maneiras de usar o sistema para garantir que o Canadá vai continuar obtendo o máximo de benefícios”. Como isso vai afetar os programas de imigração, por enquanto, é um mistério.

Mesmo com todos os imprevistos de 2020, os dados desse relatório trazem um retrato importante do Express Entry. Mas a imigração canadense é uma caixinha de surpresas, então muita coisa pode acontecer nos próximos meses. E você, o que acha que vai mudar este ano?


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui