Carreira no Canadá

Independente da sua carreira, descobrir como é sua área de trabalho no Canadá é uma das principais curiosidades de quem pensa em viver no país. E isso não se resume a apenas algumas profissões. Seja você esteticista, personal trainer ou jornalista, conhecer as chances para a sua carreira é parte do planejamento.

Afinal, isso influencia diretamente no nosso sustento e na nossa vida financeira, né? Pensando nisso, hoje vamos falar sobre algumas maneiras de fazer essa análise, mesmo que você ainda esteja no Brasil. Está pensando em aproveitar a mudança de país e investir em uma nova carreira? Então esse post também é pra você.

Profissões regulamentadas

Antes de tudo, você precisa descobrir se pode exercer sua carreira no Canadá. Isso porque algumas profissões são regulamentadas no país, isto é, exigem que você faça a validação do seu diploma para trabalhar.

Saiba qual é a diferença entre equivalência e validação de diploma

As regulated professions são medicina, odontologia e engenharia, entre outras. Para essas áreas, você precisa ter sua formação e experiência reconhecidas pelos órgãos reguladores canadenses para atuar.

Isso por vezes inclui etapas como cursar disciplinas adicionais e fazer provas. Com isso, o processo pode levar entre alguns meses até alguns anos para ser concluído.


Tanto as profissões consideradas regulamentadas quanto os processos de validação e órgãos reguladores variam de uma província para a outra. Por isso, se a sua intenção é trabalhar em uma dessas áreas, pesquise as informações da sua província de destino.

Se esse é o seu caso, calma que pode haver maneiras de se manter na sua carreira, mesmo sem exercer exatamente sua profissão. Se você é da área da saúde, pode trabalhar com pesquisa ou na área regulatória, por exemplo. Já no caso dos engenheiros, embora não possam assinar projetos, muitos brasileiros continuam trabalhando aqui em funções relacionadas.

Para saber se sua profissão é regulamentada ou não e qual é a organização responsável pela validação em cada província, clique aqui.

Pesquise vagas na sua área

Uma ótima forma de começar é entrar de cabeça naquilo que você faria se já estivesse atrás de emprego. Ou seja: começar a buscar vagas. Alguns dos principais sites usados pra isso no Canadá são:

Na maioria dessas páginas, é possível filtrar as vagas por carreira, cidade, data de publicação etc. E os anúncios permitem não apenas saber a quantidade de vagas disponíveis, mas também quais são os pré-requisitos mais comuns. Com isso, você pode se preparar melhor, caso observe algum ponto a melhorar no seu currículo.

Repare ainda nas diferentes nomenclaturas usadas para a sua profissão no Canadá. Um anúncio buscando vendedor, por exemplo, pode aparecer como sales professional, sales associate ou sales representative. Leve esse ponto em consideração na hora de escolher as palavras-chave para suas pesquisas.

Saiba qual é a média salarial da sua carreira

Rachel FriendsJá conferiu a oferta de vagas na sua profissão? Então é hora de saber em que pé estão os salário oferecidos em relação à média do mercado.

O site Payscale é uma ótima ferramenta pra isso. Nele, você descobre informações como o salário médio em cada cidade para profissionais em diversos estágios da carreira. Afinal, é comum que profissionais mais experientes recebam mais que os iniciantes. Visualizar essa diferenciação ajuda a ter uma ideia mais clara do que se encaixa melhor ao seu caso.

Além disso, você pode ver uma descrição do trabalho, com as funções geralmente esperadas para as vagas, e as principais qualificações pedidas. Indeed, Job Bank e Monster também têm opções semelhantes.

Se você ainda está pensando em qual cidade escolher, esse também pode ser um fator importante para pesar nessa decisão. Isso porque você pode fazer a comparação de média salarial entre diferentes cidades e escolher aquela em que se paga melhor.

Só lembre de também levar o custo de vida em conta. Ou seja, pode não ser tão vantajoso ganhar mais em uma cidade em que você também vai gastar mais. Um bom site pra conferir o custo de vida médio em cada cidade é o Numbeo.

Conheça o mercado de trabalho para a sua carreira

O Job Bank, que é um site do governo canadense, tem uma seção inteiramente dedicada a explorar as tendências do mercado. A página traz informações detalhadas para cada profissão. Além disso, divulga notícias e estudos sobre o que esperar para as diferentes províncias.

Uma outra fonte bacana são os relatórios da Randstad. Todo ano, a consultoria analisa o mercado de trabalho canadense e traz uma lista com as profissões mais promissoras.

Procure quem entende do assunto

Conhece alguém da sua área que já esteja trabalhando no Canadá? Converse com essa pessoa sobre as percepções dela em relação ao mercado de trabalho.

“Vixe, mas e se eu não conheço ninguém?” Quem tem boca vai a Roma, já diria a minha avó. Aproveite os diversos grupos de imigração ou de brasileiros no exterior para encontrar uma alma caridosa que tope responder suas dúvidas.

Uma ótima forma de buscar esse tipo de contato é o Linkedin, que é uma ferramenta super poderosa pra fazer networking. Você pode encontrar profissionais na mesma carreira e mandar uma mensagem simpática explicando o seu objetivo. Ou ainda puxar papo com recrutadores, que às vezes são inclusive especializados em uma área profissional. Por exemplo, existem vários que trabalham apenas com candidatos de Tecnologia da Informação (TI). O retorno pode te surpreender!

O Google e o YouTube também são aliados incríveis na hora da pesquisa. Por isso, experimente fazer buscas como “(nome da sua profissão em inglês) career in Canada” ou “(nome da sua profissão em inglês) labour market in Canada”.

O que não falta é vídeo, blog, fórum de discussão e site com informações a respeito. Só lembre, no entanto, que qualquer relato individual é a visão de apenas uma pessoa e não necessariamente reflete o todo.

Seja resiliente

We will get through this
O começo pode não ser fácil, mas você vai chegar lá!

É possível que você chegue ao Canadá e consiga de cara um emprego na sua área. Porém, mesmo com toda a pesquisa prévia, também há uma chance grande de que isso não aconteça.

Isso porque, por mais experiência e qualificação que a gente tenha, muitos imigrantes precisam dar alguns passos atrás antes de começar a avançar. Uma das razões pra isso é a exigência da tal Canadian experience. Essa é uma prática bastante frequente no país, quando os empregadores dão preferência a candidatos que já tenham experiência profissional (e, portanto, referências de trabalho) no Canadá.

Com isso, pode ser que inicialmente você trabalhe em um entry-level job, que são trabalhos que não exigem experiência prévia e costumam ser os primeiros empregos dos jovens, como atendimento ao público. Ou ainda que você já seja um profissional sênior no Brasil, mas tenha que voltar a um cargo júnior.

Caso isso role, não desanime. Lembre que essa é a realidade da maioria de nós quando chegamos a um novo país e que esse é só o começo da sua jornada no Canadá. Logo as coisas começam a andar e você consegue chegar muito mais longe! O negócio é ter persistência, paciência e resiliência (rimou, mas eu juro que não foi a intenção).

E você, tem alguma dica pra compartilhar com os leitores do blog? Deixa aqui nos comentários!


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui