Já reparou que a habilidade de listening é a que precisamos de pontuação mais alta para imigrar para o Canadá? Hoje vamos dar 3 dicas para quem precisa melhorar o listening.

Serve para os futuros canadenses e para todos que querem melhorar o listening!

Dica 1 – Músicas

Uma das coisas que eu tenho certeza que fez muita diferença na minha habilidade de listening (e de speaking de quebra) foram músicas em inglês.

Só que muita gente fala de músicas, mas sem dar muita orientações. Por isso, eu queria dar algumas dicas sobre como usar músicas para melhorar o listening.

Primeiro, não adianta você escutar músicas diferentes e nunca saber o que está sendo dito. Escutar por escutar não vai desenvolver nenhuma habilidade. Escutar música no background e escutar para melhorar o listening são atividades diferentes.

Até o Tio Obama escuta músicas enquanto faz coisas mais importantes.

Não para só ouvir enquanto você decide outras coisas. Você precisa praticar escuta ativa. Isso significa que você precisa usar de toda e qualquer ferramenta possível para entender aquela música e conseguir reproduzir as palavras dela corretamente.



Isso significa: saber a letra da música, saber o significado das palavras e das expressões na música e saber pronunciar os sons igualzinho ao cantor.

Como fazer isso?

No meu caso, eu quando gostava muito de uma música, sempre queria saber a letra. Então era uma combinação de escutar MILHARES de vezes ao mesmo tempo que eu lia e cantava a letra em inglês. Fazendo isso você realiza a integração das habilidades.

Você integra, ou conecta, as habilidades de listening, reading e speaking. Assim você treina um monte de coisa ao MESMO TEMPO!

Isso ajuda você a internalizar os sons individuais e a aprender a pronunciar vários sons! Eu AMO músicas para melhorar o inglês. Acho que uma boa técnica é escolher a música da semana. Escute a musica da semana CENTENAS de vezes até você estar cantando igualzinho.

E devo confessar, eu sou uma PÉSSIMA cantora. Então o povo lá em casa tinha que me aturar mesmo.

Essa seria a cara do Simon, se algum dia ele me ouvisse cantando! HAHAHA

Costumo aconselhar meus alunos a escutar música pop. Elas costumam ser mais bobinhas, mas tem vocabulários legais e normalmente são feitas de forma que as pessoas entendam a letra.

Alguns bons cantores/grupos pop para você fazer a sua seleção de músicas são: Bruno Mars, Coldplay, Shakira, Justin Timberlake, Beyoncé, Katy Perry, Shania Twain, Brian Adams, Bon Jovi e todo e qualquer clássicão de Rock anos 50, 60, 70 e 80.

Na real, qualquer coisa em inglês que está pop no momento provavelmente é compreensível. #ficaadica

Dica 2 – Podcasts

Um dos pre-requisitos para todos os meus alunos é o que eu chamo de pílula de inglês diária. Ou seja, é importante que todo dia o aluno tenha contato com a língua, mesmo que seja só um pouquinho.

A frequência e a constância no estudo são mais importantes no longo prazo. O estudo focado por horas a fio mas somente em um dia da semana acaba não dando tantos resultados.

Por isso indico o uso de podcasts. Os podcasts podem ser de assuntos variados, visto que o importante mesmo é que seja em inglês. Eu mesma quando estava me dedicando para fazer a prova do CPE (Cambridge Proficiency in English)  utilizava podcasts para aprofundar as minhas habilidades de listening.

Como usar os podcasts?

Uma das coisas que você deve prestar atenção antes de escolher um podcast é no nível dele comparado com o seu. Pode ser que você tenha nível de inglês intermediário. Se for seu caso, se pegar um podcast muito natural ou avançado, pode ser um pouco difícil de acompanhar as conversas.

Você pode procurar podcasts na internet, mas hoje os smartphones tem excelentes apps de podcasts. Neles você pode escolher os temas do seu interesse e eles trazem até sugestões e puxam o conteúdo direto dos sites.

Com o app você pode baixar o podcast em casa na sua wi-fi e ter o conteúdo disponível offline. Assim fica fácil de escutar um podcast enquanto você está no trânsito. #ficaadica

Meus podcasts favoritos para alunos

Para estudantes da língua inglesa eu sempre aconselho podcasts da BBC. A BBC realmente tem um conteúdo que não tá de brincadeira viu?! Os meus dois podcasts favoritos para alunos são o 6 minute English e o The why factor.

Alguns dos temas mais recentes do 6 minute English.

O 6 minute English eu recomendo como prática diária. Afinal se você realmente me disser que “não deu tempo” de escutar o 6 minute English (que como o nome diz, tem 6 minutos), eu SEI que você na verdade está dizendo: “Estudar inglês não é o meu foco/prioridade”.

Esse podcast é mais aconselhado para alunos de nível básico-intermediário. Se você for um aluno MUITO básico, a gente aconselha mesmo voltar as aulas antes de começar a ouvir um monte de podcast.

 

 

Alguns dos temas do The why factor.

Já o The why factor é um podcast bem mais denso. Ele traz sempre o motivo (the “why”) pelo que algo acontece ou existe. E por se propor a responder perguntas bem mais profundas, ele tem uma duração maior, de em média uns 20 minutos.

Por esses motivos ele é mais aconselhado a alunos de nível intermediário-avançado. Ele traz entrevistas com especialistas, alguns que não tem o inglês como a sua primeira língua até. E isso pode ser um desafio grande demais para quem ainda está no básico-intermediário.

Porém escutar diferentes pessoas, de diferentes origens falando inglês ajuda muito no futuro, caso você vá fazer um IELTS. Para quem não sabe a prova do IELTS tem listenings com sotaques diferentes e de vários lugares do mundo.

Por isso é muito legal praticar com o The why factor. Além do fato que os conteúdos são bem variados e podem até expandir seus conhecimentos, trazendo mais conteúdo até para você escrever seus futuros writing tasks do IELTS.

E os outros podcasts?

Honestamente tem TANTO conteúdo só na BBC e mais um monte nos apps que fica difícil de selecionar tudo. O negócio é você ir testando. Se você curtir, for algo que te interessa e tem uma variedade legal de vocabulários, vai sempre ser positivo.

O mais importante mesmo é fazer e manter uma certa constância. Precisamos sempre ter em mente que nada vem por meio de mágica. É tudo uma questão de criar o hábito até que você atinja o nível que você deseja.

Dica 3 – Filmes, séries e jogos

Uma outra coisa que eu tenho certeza que me ajudou MUITO foram as séries de TV americanas. Eu simplesmente AMAVA séries.

“Oh Mr. Sheffield!” – The Nanny, uma das minhas séries favoritas!

As series e filmes te ajudam a aumentar o input, que seria o acesso a inglês “natural”. Muita gente tem dúvidas se o melhor seria ver filmes e séries sem legendas ou legendados e eu vou confessar uma coisa aqui: Eu até hoje se puder vejo todas as séries com legenda em inglês.

A legenda em português não vai te ajudar muito pois vai te manter traduzindo o conteúdo para a sua língua materna e isso não ajuda seu listening. Porém, a legenda em inglês te ajuda a criar uma associação entre a palavra que você ouviu e a forma dela escrita.

Isso ajuda MUITO a melhorar a sua compreensão instintiva de como os sons são formados na língua inglesa. Por isso, se você tiver que escolher eu aconselho filmes e séries com legenda em inglês, ok?

E jogos? Como eles ajudam meu listening?

Sobre jogos, devo confessar que é uma dica mais do Han que minha! Mas eu vejo pelo inglês maravilhoso dele que os jogos realmente fizeram uma diferença primordial no processo de aprendizado do inglês.

Na época que nós éramos crianças em meados dos anos 90 não existiam jogos traduzidos. Os jogos que a gente queria vinham em inglês mesmo! Por isso muita coisa era aprendida por meio de jogos.

Hoje temos que ter atenção para dois fatores ligados aos jogos. O primeiro é se o jogo está em inglês, e o segundo é se esse jogo terá uma quantidade de interações e conversas suficientes para expandir seu vocabulário e skills.

No caso do Han ele AMA jogos de RPG e aventura. Normalmente esses jogos tem personagens e histórias mais profundas e muita conversa! Assim você realmente desenvolve a língua. Não adianta a gente achar que jogando jogos de futebol, corrida ou luta vamos aprender muito inglês.

É… acho que Mortal Kombat não vai expandir tanto assim suas skills.

Eu, no caso, lembro de “aprender” inglês com os jogos do Mickey para mega drive, ou depois de alguns anos com Spyro no Playstation. Jogos casuais também não ajudam muito pois eles costumam repetir sempre as mesmas frases e ações sem adicionar variedade de conteúdo.

A questão é que se for algo que você consegue inserir na rotina, tiver uma qualidade de conteúdo e boa pronúncia nos audios já vai ajudar demais a melhorar o seu listening todos os dias um pouquinho.

E vocês?

Nós queremos saber de vocês, o que vocês tem feito para melhorar o listening que realmente fez diferença para vocês? Deixem dicas, ideias e sugestões para os outros leitores nos comentários! #aconversacontinua

Cada um é diferente e já escutei técnicas muito diferentes de alunos com perfis totalmente opostos que funcionaram! O importante é compartilhar e óbvio, colocar em prática! “Practice makes perfect”.

Agora se você já tem um listening bom, mas ainda está penando na prova do IELTS de Listening para atingir aquela band 8.0, talvez umas aulas de preparação sejam necessárias para te ensinar outras coisas que não tem só haver com habilidade de listening. Ou talvez você precise de aulas, mas não tenho disponibilidade de tempo que encaixe com o meu horário, aí aconselho nossos cursos online MARAVILHOSOS!

Pode mandar um email para gente que eu estou sempre com novos alunos obtendo resultados maravilhosos no IELTS e vai ser um prazer ajudar você também!