Nem dá para acreditar que já estamos completando um ano no Canadá! Parece que chegamos ontem ao mesmo tempo que estamos tão confortávelmente ajustados à vida aqui.

Nesse post vou falar um pouco das minhas impressões da nossa vida no Canadá e das coisas que reparamos nesse um ano morando aqui! Quer saber o que mudou na minha cabeça nesse um ano de Canadá? Vem ler tudo!

Acostumar com coisa boa é muito fácil

Eu e o Han sempre tivemos essa frase como uma daquelas pequenas verdades absolutas das nossas vidas. E devo confessar que ela se aplica perfeitamente a esse texto e a viver no Canadá. É muito fácil de acostumar com coisas boas.

Como a gente atende telefone no meio da rua no Canadá! HAHAHA

Nós não tivemos dificuldade nenhuma em nos acostumar a sermos sempre (99% do tempo) tratados com respeito, a um sistema de transporte público confiável e confortável, a preços mais em conta nos mercados, a poder ter a liberdade de andar na rua olhando o celular sem medo e a poder confiar nas boas intenções das pessoas (sem precisar pensar: O que será que ele/ela está querendo ganhar com isso?).

A gente acostuma com tudo isso rapidinho e é realmente impressionante como tirar essas preocupações “normais” do dia-a-dia no Brasil podem ajudar a gente a relaxar e ter uma qualidade de vida MUITO maior!

Nem tudo são flores! Óbvio!

Lógico que tem muita coisa boa, mas também tem seus lados ruins. Tem coisas que a gente vai para sempre sentir falta, como certas comidas e certos hábitos culturais. Porém eu devo confessar que a maioria dessas coisas soa como “first world problems” para quem está no perrengue no Brasil, passando por situações como essa da greve dos caminhoneiros que foi terrível!



True story!

Chegar num país diferente, no qual você nunca morou, e recomeçar uma vida tem SIM dificuldades. Uma das coisas mais comuns que todos passam por é perder alguns dos luxos da vida no Brasil.

Se você tinha vários luxos, se prepara para perder a maioria deles. Quanto mais acostumado com serviços baratos, mais você vai sentir esse primeiro ano de adaptação no Canadá. E outra, tem coisa que no matter where, é chato e desconfortável sim! Pra gente, no entanto, não fez muita diferença por que a gente já quase não tinha luxo nenhum no Brasil mesmo!

Ser pobre é ruim em qualquer lugar

Essa aí é outra frase que eu vivo dizendo pro Han! Ser pobre é ruim em qualquer lugar. É outra daquelas mini verdades absolutas de sempre. E que eu acredito piamente.

Uma dos estudos mais interessantes que eu vi nos últimos anos é exatamente sobre as semelhanças entre moradias quando separadas por renda per capita e não por país. Esse estudo montou o que eles chamam de dollar street. Você consegue ver facilmente como as coisas são semelhantes quando a renda é semelhante e não quando a cidade ou país é semelhante. É impressionante!

Lógico que tem níveis e níveis de “ser probre”. E no Canadá é um “ser pobre” bem menos pior que no Brasil. Mas vamos aos detalhes de coisas que a gente deixa de ter acesso quando chega aqui!

No Brasil, já tínhamos carro e carteira de motorista a anos e, apesar dos móveis ainda serem os nossos de solteiros com pouquíssimas adições, contávamos com a ajuda de uma diarista uma vez por semana para dar aquele trato na casa. Além disso, tínhamos todos os familiares por perto para ajudar e socorrer quando coisas estranhas/ruins aconteciam.

Tudo isso você perde de uma hora para outra e precisa reconstruir. Comprar móveis e montar a casa acaba acontecendo rapidamente (entre 3 a 6 meses) por ser uma necessidade básica. Porém, algumas dessas coisas você precisa aceitar que vai demorar a conquistar novamente. #ficaadica

Transporte público e limpeza

Alguns exemplos das coisas que aceitamos antes de vir que seriam diferentes são esses aqui: já sabíamos que não teríamos ajuda com limpeza de casa e nem compraríamos carro tão cedo. Razões pelas quais compramos um roomba (salvador!) e escolhemos uma moradia próxima do skytrain.

Mas andar de transporte público, apesar de ser MIL VEZES melhor aqui, não é tão maravilhoso assim. Tem algumas diferenças culturais que acabam afetando quando você está no trasporte público.

Alguns exemplos disso são o silêncio absoluto que é o skytrain e os ônibus durante a manhã quando todos estão indo pro trabalho. Se você começar a conversar, logo alguém começará a olhar bem INTENSAMENTE para você. Com olhar fuzilante de como você é sem educação (isso só não se percebe tanto no verão, quando a cidade está cheio de turista)!

Outro probleminha encontrado em transporte público são as diferenças de higiene. Muitas culturas acreditam que se banhar todos os dias faz mal para saúde. Outras não acreditam na necessidade do uso de desodorante. Tem até estudo sobre isso!

Então a variedade e intensidade dos cheiros é bem grande. E pode SIM incomodar e muito. E digo mais, o nosso hábito de usar perfume é MUITO mal visto aqui pois pode causar alergias. Tem avisos em locais de trabalho sobre usar perfume de forma moderada!

O ponto da limpeza de casa pode ser resolvido com um robô como o roomba, mas sempre tem áreas que você vai ter que botar a mão na massa. E isso honestamente MUDA muito a sua vida se você estava acostumado a ter ajuda e pode criar MUITO atrito entre o casal. Por isso eu aconselho, alugar um apê com dishwasher e ter um robô aspirador (resolve 80% das brigas)!

Aprendendo sobre o dia-a-dia

Chegando no Canadá, tivemos que aprender muita coisa nova e, honestamente, ainda estamos aprendendo. Tem coisas que você acha que é mole mas não reconhecer ou confiar em certas marcas como padrões de qualidade dificulta um pouco a sua vida. Não entender o funcionamento das estruturas financeiras também!

No Brasil, já sabíamos quais marcas eram de qualidade e valiam pagar um pouco a mais. Também entendíamos algumas coisas sobre dinheiro, investimentos e bancos. Tudo isso precisa ser re-aprendido e nós ainda estamos aprendendo. Quando entendi melhor o sistema de credit score logo fiz um post para ajudar vocês por exemplo!

O amigo google SALVA e MUITO em algumas horas. Mas nem tudo dá para confiar no google e em review pois nós temos hábitos e exigências que muitas vezes são completamente diferentes dos nativos da américa do norte, ou de outros países.

Um exemplo IDIOTA, foi outro dia quando eu quis comprar uma tolha BOA! Uma qualquer, eu compro no mercado, mas eu queria uma boa mesmo! Compramos uma super cara e a bichinha tá se desfazendo de tanto soltar pelinho. Chega a dar raiva. Se fosse no Brasil isso NUNCA teria acontecido porque eu saberia quais eram as melhores marcas.

Eu saio do banho e depois me sinto assim: PURO PELO de tanto que a toalha solta pelinho! HAHAHA

O que mudou?

Na realidade depois de 1 ano em Vancouver, algumas das minhas prioridades e perspectivas mudaram. Antes muitas das coisas que no Brasil são piada e tal, eu ainda ria. Hoje em dia eu acho várias coisas BEM inapropriadas. Coisas que para os Brasileiros são consideradas só zueira e os canadenses falam: mas por que um amigo te mandaria isso?

Um exemplo REAL foi o famoso gemidão do Whatsapp. O Han um dia foi tentar explicar que tinha essa “piada” no Brasil por isso ele não abria nenhum vídeo dos amigos dele em locais públicos e os canadenses ficaram aterrorizados. Eles ficaram perguntando por que um amigo faria isso e que não tem graça nenhuma.

A gente percebe também como dá para fazer muito mais aqui do que fazíamos no Brasil. Em vários sentidos, mas o principal é qualidade de vida. Depois que o Han sai do trabalho ainda vamos em shows, eventos e toda quarta vamos na aula de salsa! E a gente usa transporte público para fazer isso tudo E DÁ TEMPO! E SOBRA TEMPO!

É realmente impressionante e é o tipo de coisa que dinheiro nenhum no mundo paga! Posso dizer que com um ano de Canadá já me sinto extremamente confortável aqui! E não tenho a menor vontade de me mudar (talvez para um apê maior daqui alguns anos, e de preferência aqui pertinho! hehehe)

Afinal, OLHA ESSA CIDADE! VANCOUVER ROCKS!

Espero que vocês tenham curtido esses insights sobre o nosso primeiro ano aqui! Agora, especialmente nessa semana de um ano de Casal Nerd no Canadá – no Canadá! – teremos dois posts! Um meu e um do Han! Para a alegria de todos ele conseguiu fazer um textinho!

Então fique ligados que a parte dois desse post já está quentinha no forno pronta pra servir! E vem AMANHÃ! SIM MEUS AMIGOS já tem post amanhã!

A gente faz um ano mas quem ganha o presente é você!

Preparamos com muito carinho!

Pra variar, a gente comemora estar no Canadá a um ano mas quem ganha o presente é você! Durante a semana do dia 25/06/2018 ao dia 01/07/2018 você pode comprar nosso curso online de Writing para o IELTS GT com 15% de desconto!! Somente nessa semana! Garanto para vocês que depois dessa promoção vai DEMORAR MUITO para ter outra viu?

Para conseguir o desconto, use o código ANO1 na hora de finalizar sua compra! Se você já sabe como o curso funciona e já quer comprar logo, clique aqui. Se você quer mais detalhes sobre o curso antes da sua compra, clique aqui.

Só aqui no Casal Nerd no Canadá tem desconto no curso para IELTS com o melhor custo benefício do mundo (sério, a gente pesquisou)!